Sexta-feira, Agosto 19, 2022

Slide Slide
InicioMotorVolkswagen Tarek tem registro aprovado no Brasil

Volkswagen Tarek tem registro aprovado no Brasil

Modelo está bem encaminhado para ser lançado em 2020, vindo da Argentina. A Volkswagen já confirmou que produzirá um SUV de porte compacto-médio por lá. Trata-se de um dos últimos dos 20 lançamentos prometidos pela fabricante no Brasil até 2020. Pois o modelo, conhecido na América do Sul como “projeto Tarek”, mas já apresentado na China sob outro nome, Tharu, recebeu nesta semana a concessão de registro do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) relativa ao desenho geral da carroceria.

Vale observar que esta é apenas uma das etapas do longo processo de homologação de um veículo. O instituto ainda precisa aprovar individualmente diferentes partes do carro, como capô, grade, faróis, lanternas etc. Entretanto, os croquis exibidos pelo registro do INPI indicam que o visual será praticamente idêntico ao do Tharu chinês. Ou seja: o projeto está num estágio avançado de desenvolvimento e tem tudo para chegar ao nosso mercado daqui a dois anos, sem atrasos, dentro do planejamento original da Volkswagen.

Plataforma será MQB e a distância entre eixos, a mesma da nova geração do sedã Jetta: 2,69 metros. Nesta dimensão, o Tarek/Tharu será 4 cm mais longo que o T-Cross brasileiro e 10 cm mais curto do que Tiguan Allspace, única configuração vendida em nosso país… Ao mesmo tempo, medirá 4,45 metros de comprimento, 1,84 metro de largura e aproximadamente 1,63 metro de altura – este último índice pode mudar de acordo com escolhidos a calibração das suspensões feitas para nossa região.

Foi concebido, portanto, para bater de frente com o Jeep Compass e seus 4,42 m de comprimento, 1,82 m de largura e 1,63 m de altura. Vale lembrar que o Compass é, atualmente, o SUV mais vendido do Brasil, o que significa que o Tarek/Tharu tem margem para chegar com metas ambiciosas de vendas. Detalhes mecânicos ainda são mantidos em segredo, mas UOL Carros aposta que a Volkswagen aplicará nele o motor 1.4 turboflex de 150 cv, gerenciado por câmbio automático de seis marchas da Aisin.

Também há chances de vermos uma uma configuração 2.0 TSI acoplada a transmissão dupla-embreagem de sete velocidades, rendendo 200 cv ou mais. Outra indefinição se refere ao nome. Por mais que na Argentina a Volkswagen já tenha apontado o produto como Tarek, fontes afirmam que a cúpula da montadora ainda não bateu o martelo a respeito. Para embaralhar um pouco mais as as coisas, tanto “Tarek” quanto “Tharu” estão registrados pela empresa no INPI.

 

Rodrigo Leitão
Editor-Chefe do site
Mais publicações

Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide

Mais populares

Comentários recentes