21.8 C
Joaçaba
Segunda-feira, Janeiro 17, 2022
spot_img
InicioAgroMulheres agricultoras participam de oficina de panificação em Joaçaba

Mulheres agricultoras participam de oficina de panificação em Joaçaba

A tarde de quarta-feira (15) foi especial para mulheres agricultoras que comercializam seus produtos na Feira Livre em Joaçaba. Por meio de uma parceria entre Associação Comercial e Industrial do Oeste Catarinense (Acioc), Epagri e Specht Produtos Alimentícios foi realizada uma oficina técnica sobre panificação. A atividade aconteceu no Centro Técnico da Specht e teve acompanhamento dos profissionais que atuam no moinho, um dos maiores do Brasil.

De acordo com Sandra Lohmann, diretora de indústria e agronegócio da Acioc, o objetivo do encontro foi o de promover e incentivar o desenvolvimento profissional das mulheres agricultoras. “Por meio desta iniciativa, queremos fortalecer nosso trabalho junto às mulheres agricultoras incentivando-as ao empreendedorismo e visando o desenvolvimento sustentável do pequeno agronegócio no município de Joaçaba e na região meio-oeste de Santa Catarina”, explicou.

Na oportunidade, as visitantes, acompanhados pela equipe de qualidade do Moinho, conheceram todas as etapas de produção da farinha desde a análise do grão, descarregamento até o empacotamento da farinha pronta. Todos que tiveram a oportunidade de conhecer o Moinho Specht avaliaram de forma positiva todo o processo de industrialização da farinha de trigo em todas as suas etapas. Um dos pontos fortes que chamou a atenção dos visitantes foi a automatização de praticamente todo o Moinho e a limpeza em todos os locais de trabalho.

Atualmente, a capacidade de moagem de trigo do Moinho com todo o processo de automatização embarcado é de 500 toneladas diárias. Ao final da visita, os convidados foram recepcionados com uma apresentação dos tipos de pães que são produzidos com as Farinhas Specht

SOBRE O MOINHO SPECHT

A história da Specht Produtos Alimentícios Ltda começou na década de 1920, com a chegada ao Brasil da família Specht, vinda de Gröden, na Alemanha. Com a maquinaria de um moinho e uma turbina para geração de energia elétrica, trazidos de seu país, o patriarca da família criou a empresa no município de Cruzeiro do Sul, em Santa Catarina, hoje chamado de Joaçaba.

A moagem de trigo começou em 1925. Durante 33 anos, o moinho era uma empresa individual e levava o nome de seu fundador: Luiz Specht Filho. Em 1958, a razão social mudou para Luiz Specht Filho Ltda. Quinze anos depois, passou a ter o nome atual: Specht Produtos Alimentícios Ltda. Em constante evolução, a empresa é conhecida no mercado pela tradição e qualidade das marcas Specht e Prontex.

Rodrigo Leitão
Editor-Chefe do site
Mais publicações
- Advertisment -spot_img

Mais populares

Comentários recentes