Domingo, Agosto 14, 2022

Slide Slide
InicioCultura“Joaçaba precisa exercer seu protagonismo”

“Joaçaba precisa exercer seu protagonismo”

ENTREVISTA / SÉRGIO DE CARLI – Presidente da Scajho

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

O novo presidente da Sociedade de Cultura Artística de Joaçaba e Herval d’Oeste (Scajho), o empresário Sérgio Eliziario Fabrin De Carli, eleito semana passada para dirigir a entidade e gerenciar as atividades do Teatro Alfredo Sigwalt  para o para o biênio 2018/2020, quer transformar Joaçaba na cidade líder do desenvolvimento cultural da Região Meio Oeste. Ele afirma que “Joaçaba precisa exercer seu protagonismo” e defende uma pauta nacional para ocupar os palcos da cidade periodicamente. Contando com o jornalista e promotor cultural Antônio Carlos Pereira, o Bolinha, como vice-presidente, e uma diretoria de notáveis da cidade para gerir o principal endereço cultural do município, De Carli conversou com o Raízes Diário sobre o que o joaçabense pode esperar para este ano no Teatro Alfredo Sigwalt. E manda um recado para os potenciais financiadores de cultura da região: “Precisamos que as nossas autoridades, as grandes empresas e as pessoas envolvidas com a questão cultural em Joaçaba e região se comprometam mais, ajudem mais e participem mais da promoção e da produção cultural em nossa cidade. E acredito que vamos evoluir nesse sentido”.

 

Raízes Diário – Como o senhor avalia a atual situação cultural de Joaçaba e região?
SÉRGIO DE CARLI – Joaçaba e a região vêm evoluindo muito nessa questão cultural. A produção aqui ainda depende muito dos apoios institucionais que conseguimos aqui. Mas, em relação ao teatro, as oficinas vêm produzindo grandes artistas no nosso meio. O interesse da comunidade em alcançar uma evolução cultural é muito grande. Temos demanda sim. Mas o que precisamos é que as nossas autoridades, as pessoas envolvidas com essa parte cultural se comprometam mais, ajudem mais e participem mais. Eu acredito que nós estamos num bom processo de evolução neste sentido.

Raízes Diário – Joaçaba já foi um celeiro revelador de grandes talentos artísticos. Isso continua, está sendo fácil descobrir novos talentos?
SÉRGIO DE CARLI – O valor humano que a nossa região tem é muito grande. A questão são as oportunidades. O descobrimento destes artistas, destes jovens talentos, é até normal. Acontece. Mas existe um processo, um ritmo, para que surja uma expressão diferenciada. Mas o que importa mesmo nesse trabalho todo é que as pessoas que estão envolvidas nessa construção cultural pensem e trabalhem no sentido de que se deve ter aqui um bom cidadão. Que se produza aqui nas nossas oficinas um bom cidadão. Alguém que venha dar um retorno depois para a cidade, como um cidadão decente, altruísta, um cidadão que eleve o nível das pessoas em relação ao capital e ao valor humano. Aí os talentos surgem naturalmente. Mas é preciso formar primeiro esse bom cidadão.

 

Temos condições de trazer eventos nacionais de grande porte para o Teatro Alfredo Sigwalt. Temos público para isso, temos mercado para isso. A
região é forte!”

 

 

Raízes Diário – E qual é o direcionamento e que opções essas crianças têm nas oficinas?
SÉRGIO DE CARLI – Há diversas opções aqui. Temos dança, música, teatro, artes plásticas, artesanato, pintura… Essa diversidade de ensinamentos vem sendo produzida, trabalhada, apresentando ótimos resultados. Tudo depende de gerarmos as oportunidades, obter apoios e proporcionar os encontros com artistas da região e formar um intercâmbio desse potencial humano que temos aqui para continuar produzindo.

Raízes Diário – Quantas crianças são atendidas? É gratuito?
SÉRGIO DE CARLI – Atendemos 800 crianças. Os cursos são gratuitos sim.

Raízes Diário – E quem apoia esse programa, os empresários, o poder público contribuem?
SÉRGIO DE CARLI – Sim. Inclusive eu quero deixar bem claro que temos o apoio da Prefeitura de Joaçaba e também da Prefeitura de Herval d’Oeste. Aproveitar para agradecer a ajuda do prefeito Dioclésio Ragnini e do vice-prefeito de Herval d’Oeste, Mauro Martini, que vêm apoiando com todas as forças e com o que é possível. Os empresários da cidade também colaboram, na medida do possível. Todos têm apoiado muito o Teatro Alfredo Sigwalt, que é um orgulho para a comunidade, para a nossa cidade de Joaçaba e para a nossa região.

Raízes Diário – Na sua avaliação, Joaçaba comporta um espetáculo nacional, mensalmente? Há demanda para isso?
SÉRGIO DE CARLI – Com certeza. Com toda certeza comporta. Temos um público apreciador da boa arte, uma demanda reprimida e claro que se oferecermos algo mais elaborado, teremos casa cheia.

Raízes Diário – E como está a pauta para 2018, já existe um calendário de ocupação do Teatro?
SÉRGIO DE CARLI – Sim, já temos uma pauta adiantada, um calendário se formando e alguns eventos marcados. Diversos produtores já solicitaram datas para eventos que vão ocorrer ao longo do ano. Nosso público tem prestigiado bastante essa programação ao longo do tempo. E é por isso que eu digo, com certeza, que temos condições de trazer eventos nacionais de grande porte para o Teatro Alfredo Sigwalt. Temos público para isso, temos mercado para isso. A região é forte!

 

Rodrigo Leitão
Editor-Chefe do site
Mais publicações

Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide

Mais populares

Comentários recentes