21.8 C
Joaçaba
Segunda-feira, Janeiro 17, 2022
spot_img
InicioCasa e DecorImpressão 3D na construção civil

Impressão 3D na construção civil

Pode parecer ficção científica ou até loucura, mas já é realidade: as impressora 3D chegaram na construção civil e estão inovando os processos desse campo graças aos trabalhos do Professor Behrokh Khoshnevis, da Universidade da Califórnia do Sul, nos Estados Unidos.

Em 1984, o americano Chuck Hull inventou a primeira tecnologia de impressão em três dimensões, chamada estereolitografia. Sua função principal era a fabricação de peças poliméricas com rapidez. A ideia amadureceu e se modificou até chegar no conceito moderno de uma impressora 3D.

O Dr. Khoshnevis é o criador da Contour Crafting (CC), uma espécie de impressora 3D de grande escala, responsável pela automatização parcial da construção de paredes, lajes, vigas, pilares, e outros elementos de uma edificação.

De maneira similar a uma impressora 3D tradicional, a Contour Crafting faz seu trabalho por camadas, sempre de baixo para cima. O material inicial utilizado foi o cimento, mas atualmente é possível fazer um reforço deste com fibras de aço, ou até utilizar outras matrizes, como polímeros enriquecidos com diversos tipos de fibras.

O sistema de posicionamento é robótico e controlado por computador. Assim, é possível fazer colocação automática de armadura de aço, posicionar peças pré-fabricadas e fazer acabamentos através de programações a distância.

Outra vantagem do novo sistema é a existência de múltiplos reservatórios de matéria-prima, proporcionando a troca de material durante a construção sem que fluxo da obra tenha que ser interrompido para troca de peças, como bicos injetores. É possível, por exemplo, alternar entre gesso, para acabamentos, e cimento, para a construção das paredes.

A empresa chinesa WinSun provou que tudo isso não só parece bonito, como também funciona muito bem. Ela inovou ao construir, na China, o primeiro prédio do mundo feito inteiramente em uma impressora 3D. O prédio residencial tem 5 andares e elementos decorativos externa e internamente.

A empresa já construiu casas com impressoras 3D, mas o prédio impôs novos desafios. Uma nova impressora, de proporções maiores, foi feita sob encomenda pela também chinesa Ma Yihe.

As inovações também vieram nos materiais utilizados na construção. O cimento, por exemplo, continha uma massa reciclada de vidro, solo e resíduos de outras construções. Com o método utilizado, a montagem foi cerca de 70% mais rápida que uma obra convencional.

FUNCIONAMENTO
Com uma impressora 3D em casa é possível fazer quase tudo — só depende de suas habilidades de desenho e de sua imaginação. Por exemplo: suponhamos que o objeto desejado é uma colher. Tudo que você precisa fazer é construí-la em um software de modelagem (esse é o único passo que requer habilidades manuais), salvar o arquivo em .stl, a extensão requisitada pelas impressoras, e mandar imprimir.

A impressão é feita em camadas, sempre de baixo para cima, e o tempo total para que o objeto fique pronto varia de horas a dias, dependendo de sua complexidade. O material depende do modelo da impressora, variando entre polímeros, metais, borracha, papel, entre outros.

Rodrigo Leitão
Editor-Chefe do site
Mais publicações
- Advertisment -spot_img

Mais populares

Comentários recentes