Domingo, Agosto 14, 2022

Slide Slide
InicioEsportesFavoritos: Real Madrid e Bayern

Favoritos: Real Madrid e Bayern

O Real Madrid, que recebe a Juventus após vitória por 3 a 0 no jogo de ida, e o Bayern de Munique, que venceu o Sevilla por 2 a 1, âmbos triunfos fora de casa, saem como claros favoritos para os duelos de volta das quartas de final da Liga dos Campeões nesta quarta-feira

Uma Juventus ferida, sem o atacante argentino Paulo Dybala expulso no primeiro duelo, vai tentar uma missão praticamente impossível: vencer com três gols de diferença o atual bicampeão da competição em pleno Santiago Bernabéu.

“Na quarta-feira temos um jogo de ‘Champions’ em que somos leões feridos, mas ainda não estamos mortos”, advertiu na última sexta-feira o técnico da Juve, Massimiliano Allegri, antes do complicado duelo.

Os merengues parecem ter tudo a favor para conquistar a vaga na semifinal pela sétima vez consecutiva, mas Zidane não quer sentar na vantagem.

“Me interessa mostrar dentro de campo, não falar, porque sabemos que no futebol é preciso respeitar todos os times. Em uma jogada eles te criam problemas. Precisamos respeitar o rival porque os grandes clubes nunca se rendem e tudo pode acontecer” disse Zidane nesta terça-feira em coletiva que antecede a partida.

O técnico francês se mostrou satisfeito com o bom desempenho atual da equipe, que atravessou momento de poucos gols na primeira fase da temporada.

“Tivemos um mês que não marcávamos, agora estamos em um bom momento. É preciso seguir com essa sequência de gols, estamos jogando bem, sofrendo menos gols também… Temos mais regularidade em tudo”, indicou.

Objetivo é o tricampeonato

Conquistar o tricampeonato consecutivo da Liga dos Campeões se tornou o grande objetivo merengue para salvar a temporada, já que a Liga espanhola parece impossível com os 14 pontos de diferença para o líder Barcelona a sete rodadas do final. Sem falar na eliminação precoce na Copa do Rei.

Zidane poderá contar com seus principais jogadores para a partida, com exceção do capitão Sergio Ramos, que está suspenso por acúmulo de cartões amarelos.

Com Nacho machucado, o treinador francês espera poder contar com o jogo Jesús Vallejo, que sofre de sobrecarga muscular, para acompanhar Raphael Varane no centro da zaga. Eventualmente, o brasileiro Casemiro pode entrar improvisado na posição.

Sem Dybala, Allegri pode optar em montar o ataque com o argentino Gonzalo Higuaín na frente, apoiado pelo brasileiro Douglas Costa e pelo colombiano Juan Guillermo Cuadrado jogando pelos lados.

Rodrigo Leitão
Editor-Chefe do site
Mais publicações

Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide

Mais populares

Comentários recentes