Terça-feira, Agosto 16, 2022

Slide Slide
InicioMotorCitroën mostra o C4 Cactus BRASILEIRO

Citroën mostra o C4 Cactus BRASILEIRO


SUV compacto começa a ser produzido em agosto em Porto Real (RJ). Objetivo é tornar o modelo o carro mais vendido da marca no país. Os preços deverão ficar entre R$ 75 mil e R$ 100 mil.

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

A aposta é ousada. O C4 Cactus, apresentado semana passada à imprensa, “tem de ser o carro mais vendido da Citroën no Brasil”, afirmam os diretores da montadora francesa que mantém fábrica em Porto Real (RJ), onde o SUV compacto começa a ser produzido a partir deste mês, com previsão de chegada ao mercado entre final de setembro e início de outubro. Hoje, o carro mais vendido da marca no Brasil é o compacto C3, com C3, 3.639 unidades emplacadas no primeiro semestre deste ano.

O C4 Cactus vai disputar o mercado nacional como o Honda HR-V, Jeep Renegade e Hyundai Creta.

As informações oficiais ainda são reduzidas. Mas a montadora revelou o interior do veículo. O C4 Cactus “brasileiro” será diferente do modelo europeu. Mais simples por dentro, ele oferece painel 100% digital e central multimídia com 7 polegadas compatível com Android Auto e Apple Car Play.

O material de revestimento interno é em soft touch em toda a área horizontal do painel e com inéditas combinações de cores. Há novas saídas de ventilação, novo posicionamento da central multimídia, modificações no console central e até novo design no painel das portas. Completam o pacote volante exclusivo e nova padronagem de tecidos.

São poucas informações, por enquanto. Mas especula-se um preço de partida para venda de R$ 75 mil na versão mais simples e R$ 100 mil na topo de linha. Além disso, a motorização deve ficar  em 1.6 turbo de 173 cavalos e câmbio automático de 6 marchas. Segundo um funcionário da empesa, o entre-eixos será de 2,60 metros (1 cm a menos do que HR-V e 1 cm a mais do que o Creta). A suspensão teve o curso aumentado em 2 cm, enquanto as rodas ficaram maiores. Isso proporcionará ao carro rodar melhor e sobrepor lombadas, valetas e buracos.

O vice-presidente de produtos da Citröen para a América Latina, Pablo Avarame, explica que as mudanças são decorrentes de um trabalho realizado com consumidores. “Em 2015, nós fizemos uma clínica com clientes regionais, de Brasil e Argentina, e decidimos modificar o C4 Cactus para nossa região”, explica.

O nível de equipamentos promete agradar. A marca francesa anunciou que o utilitário terá alertas de saída de faixa, de colisão frontal, com frenagem automática e indicador de cansaço. Só não está claro se os itens estarão em todas as versões.

O C4 Cactus é o primeiro SUV da Citroën no Brasil e está sendo considerado pela marca como um “irmão maior do C5 Aircross.”

Rodrigo Leitão
Editor-Chefe do site
Mais publicações

Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide

Mais populares

Comentários recentes