Sexta-feira, Agosto 19, 2022

Slide Slide
InicioEsportesBrasil e Argentina prontos para amistoso

Brasil e Argentina prontos para amistoso

Sem “medalhões” e com Kannemann, técnico interino Lionel Scaloni chama 31 nomes para jogos em outubro

A seleção argentina já tem alguma cara para enfrentar o Brasil em amistoso no próximo dia 16 de outubro, em Jidá, na Arábia Saudita. O técnico interino Lionel Scaloni divulgou a lista dos convocados, novamente sem a presença de “medalhões” como Messi, Agüero, Higuaín e Di María. O zagueiro Kannemann, do Grêmio, está presente pela segunda vez consecutiva – e consequentemente será desfalque na 29ª rodada do Brasileiro, contra o Palmeiras, já que o campeonato não respeita a pausa para a data Fifa.

Além do Brasil, os hermanos vão enfrentar o Iraque, no dia 12, em Riad, também na Arábia Saudita. Foram chamados 31 nomes (ele levou 27 para os compromissos contra Guatemala e Colômbia em setembro, nos Estados Unidos). Oito atuam no futebol local (Armani , Alan Franco, Bustos, Saravia, Meza, Palacios, Pavón e Gonzalo Martínez), um no Brasil (Kannemann) e o restante na Europa.

Entre os destaques estão Icardi, da Inter de Milão, e Giovanni Simeone, da Fiorentina, filho do técnico Diego Simeone.

São nove os remanescentes da campanha na última Copa do Mundo: Armani, Otamendi, Tagliafico, Acuña, Lo Celso, Salvio, Meza, Pavón e Dybala. Em relação à última data Fifa, as novidades são Lautaro Martínez (antes lesionado), Salvio, Pereyra, De Paul, Foyth e Otamendi.

TITE
Técnico Tite também deixou alguns “medalhões” de fora. Os jogadores escolhidos pelo treinador viajarão para a Arábia Saudita, onde enfrentarão o time da casa e a Argentina, em amistosos marcados para os próximos dias 12 e 16 de outubro.

Tite disse que Douglas Costa não foi convocado por ter dado uma cusparada em um jogador adversário no jogo contra o Sassuolo, pelo Campeonato Italiano. “Quanto ao Douglas Costa, não foi convocado pelos dois fatores: lesão e incidente. Ou ato de falta de disciplina”, disse Tite.

A principal novidade do Brasil foi o retorno de Gabriel Jesus para o grupo. Muito criticado após a disputa da Copa do Mundo, o atacante do Manchester City retorna após ter ficado de fora da primeira convocação após o Mundial. Outros atletas que retornam após a ficar de fora da primeira lista após o Mundial são o zagueiro Miranda, o lateral Marcelo e goleiro Ederson. Após pedir dispensa da última convocação por problemas pessoais, o meia Renato Augusto é outro que retorna.

Mantendo a linha de convocar um goleiro sub-20 para que haja uma melhor integração e uma aproximação do jovem atleta com os profissionais, Tite chamou, desta vez, Phelipe, do Grêmio. Um caso interessante desta lista foi o caso de Éder Militão. Convocado para os últimos amistosos para substituir o lesionado Fágner como lateral direito, o jovem do Porto agora será utilizado como zagueiro nesta convocação.

 

CONFIRA OS CONVOCADOS

BRASIL

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Phelipe (Grêmio, sub-20)

Defensores: Alex Sandro (Juventus), Danilo (Manchester City), Eder Militão (FC Porto), Fabinho (Liverpool), Marquinhos (PSG), Marcelo (Real Madrid), Miranda (Inter de Milão) e Pablo (Bordeuax)

Meias: Arthur (Barcelona), Casemiro (Real Madrid), Fred (Manchester United), Philippe Coutinho (Barcelona), Renato Augusto (Beijing Guoan) e Walace (Hannover 96).

Atacantes: Everton (Grêmio), Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Malcom (Barcelona), Neymar (PSG) e Richarlison (Everton).

 

ARGENTINA

Goleiros: Romero (Manchester United), Rulli (Real Sociedad) e Armani (River Plate).

Defensores: Otamendi (Manchester City), Funes Mori (Villarreal), Pezzella (Fiorentina), Kannemann (Grêmio), Juan Foyth (Tottenham), Tagliafico (Ajax), Alan Franco, Fabricio Bustos (Independiente) e Renzo Saravia (Racing).

Meio-campistas: Ascacibar (Stuttgart), Leandro Paredes (Zenit), Lo Celso (Betis), Franco Vázquez (Sevilla), Rodrigo de Paulo (Udinese), Roberto Pereyra (Watford), Salvio, Franco Cervi (Benfica), Battaglia, Acuña (Sporting), Meza (Independiente) e Palacios (River Plate).

Atacantes: Pavón (Boca Juniors), Gonzalo Martínez (River Plate), Dybala (Juventus), Icardi, Lautaro Martínez (Inter de Milão), Ángel Correa (Atlético de Madrid) e Giovanni Simeone (Fiorentina).

Rodrigo Leitão
Editor-Chefe do site
Mais publicações

Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide

Mais populares

Comentários recentes