Sexta-feira, Agosto 19, 2022

Slide Slide
InicioEsportesÀ espera de um  MILAGRE

À espera de um  MILAGRE

Flamengo adota concentração como estratégia para tentar revertar a vantagem de dois gols do, no jogo decisivo deta noite para ver quem segue na Libertadores.  Técnico Maurício Barbieri diz que o time carioca tem de tirar a Raposa da “zona de conforto”. Enquanto isto, Mano Menezes recusa propostas para deixar a equipe mineira, apostando na conquista do título das Américas

Depois de ser derrotado pelo Cruzeiro por 2 a 0 no confronto de ida, o Flamengo tem uma missão ingrata na noite de quarta-feira, pelo choque de volta das oitavas de final da Copa Libertadores. Ganhar da Raposa por três gols de diferença, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), é algo que vai exigir uma atuação de gala. O técnico Maurício Barbieri e os jogadores flamenguistas parecem não jogar a toalha e apostam que é possível mudar a história e avançar para as quartas de final. Na visão deles, a concentração deve ser a principal arma para que o objetivo seja alcançado.

Barbieri entende que o primeiro jogo deixou isso claro. “Flamengo e Cruzeiro são dois times que se conhecem muito bem e que normalmente fazem jogos muito equilibrados. Espero que isso volte a acontecer nesta quarta-feira. Detalhes vão definir a partida e temos que manter o nível de concentração em alta. No primeiro jogo, o Cruzeiro marcou um gol com o Thiago Neves, que desviou uma bola que ia sair. São esses detalhes que estou falando e que vamos precisar ficar ligados”, disse o técnico.

 

Os jogadores do Flamengo concordam. “Vai ser um duelo muito complicado, pois são dois times qualificados. Podemos conquistar um resultado positivo e por isso mesmo temos que entrar em campo ligados e tentando nos impor, mas sem perder a capacidade de concentração”, observou o meia Diego.

Maurício Barbieri já mandou seu recado: tirar o adversário de sua “zona de conforto”.  Barbieri lamenta chances perdidas e vê Fla muito ansioso: ‘Não tivemos paciência’

“O Cruzeiro é uma equipe madura, faz um jogo bastante seguro e até pragmático. É uma equipe que joga bastante com o regulamento embaixo do braço. Tem um grande treinador e temos que estar preparados para eventuais surpresas. Equipe acostumada a jogar em função do resultado. Temos que tirá-los da zona de conforto, pra eles não terem mais esse resultado e a gente poder buscar a classificação”, afirmou, em entrevista coletiva no Ninho do Urubu.

PARAGUAI
Na última quarta-feira (22), a imprensa mineira tomou conhecimento que a Seleção do Paraguai sondou a situação do técnico Mano Menezes para tentar o gaúcho como seu novo treinador. Após o duelo contra o Grêmio, no Rio Grande do Sul, o comandante azul revelou que já recebeu outras propostas, mas preferiu seguir na Toca da Raposa II.

“Não recebi convite oficial (do Paraguai). Foi uma sondagem. A gente recebe isso com frequência. Três dias antes do jogo contra o Vasco (1 a 1, pelo Brasileiro), também recebi uma sondagem do futebol chinês, e vocês, provavelmente, não ficaram sabendo. Essas questões eu não externo. A não ser que alguém divulgue a notícia, aí eu preciso me posicionar. E meu posicionamento é o mesmo que disse para mais de cinco convites: não pretendo sair nesse momento do Cruzeiro”, salientou.

Mano ainda ressaltou que o momento do Cruzeiro é excelente, em busca de grandes títulos como na Copa do Brasil e Libertadores. Diante disso, o treinador optou pela continuidade e garantiu que não faz sentido sair.

 

 

Rodrigo Leitão
Editor-Chefe do site
Mais publicações

Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide Slide

Mais populares

Comentários recentes