Coluna Pelo Estado – Alesc mostra inovações feitas em SC na educação durante a pandemia

Foto Bruno Collaço/Agência AL

Com 300 participantes inscritos, para o modo virtual e presencial, a Assembleia Legislativa sediou nesta segunda-feira (22) a 1ª Mostra de Boas Práticas e Inovação na Educação, um evento que pretendeu mostrar para educadores e administradores públicos exemplos de ações relevantes de 13 cidades do estado. Promovido pela Fecam (Federação Catarinense de Municípios), o encontro proporcionou intercâmbio de experiências entre cidades de diversos pontos de Santa Catarina.

“Tudo o que acontece lá no Oeste a gente não fica sabendo no Norte ou no Sul. Olhem o exemplo de Anchieta, melhor Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de Santa Catarina e quarto melhor do Brasil. É um município que tem menos de 10 mil habitantes. Quantos não podem seguir o exemplo de Anchieta?”, destacou Clenilton Pereira (PSDB), prefeito de Araquari e presidente da Fecam. O exemplo de Anchieta a qual Pereira mencionou mereceu destaque na apresentação. “A formação de professores, cuidado em receber e acolher os alunos, aliado com estrutura adequada das escolas. Não de luxo, mas adequada. Isso permitiu a criação de um bom ambiente para estudar”, contou o prefeito Ivan José Canci (PT).

Outro exemplo foi o investimento na digitalização do ensino feito por Florianópolis durante a pandemia. “A tecnologia se transformou em grande referência”, citou o prefeito Gean Loureiro (DEM) ao destacar que nas Escolas do Futuro que foram implantadas na rede local de ensino, além de inglês, português e libras, também se ensina o letramento digital. “Queremos que os jovens saiam do ensino fundamental e do ensino médio já com sua profissão encaminhada. Por isso que a tecnologia é grande aliada”, sublinhou Loureiro. Como ressaltou Clenilton Pereira, a pandemia trouxe muita coisa ruim, mas “na educação, os pais, alunos, a rede de ensino, todos tiveram que se reinventar. Muito do que está se mostrando aqui na Alesc surgiu na pandemia”. Exemplos que devem ser destacados.

Foto Bruno Collaço/Agência AL

OVM-SC concorre a prêmio

A Alesc é finalista da 2ª edição do prêmio Assembleia Cidadã, promovido pela Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais) com o objetivo de incentivar ações voltadas à humanização do serviço público e dos parlamentos estaduais. A Alesc concorre na categoria Projetos Especiais, pelo seu Observatório Estadual da Violência Contra a Mulher (OVM-SC). Lançado em 31 de março, o OVM-SC é um parceria com a DPSC )Defensoria Pública ), TJSC (Tribunal de Justiça), MPSC (Ministério Público), Polícia Civil, UFSC, OAB-SC, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e governo do Estado, por meio das secretarias da Segurança Pública, Desenvolvimento Social, Saúde e Educação.

LOA 1

Os deputados têm um mês para votarem a Lei 374.6/2021, que trata da LOA (Lei Orçamentária Anual). Conforme o cronograma, até o dia 1º serão apresentadas emendas. No dia 8, o parecer conclusivo do relator será lido. No dia 15, a discussão e votação do parecer conclusivo; e no dia 21, a votação do projeto em plenário. No dia 22 o projeto retorna à Comissão de Finanças e Tributação para voltar ao plenário para a votação da Redação Final. Para fechar, no dia 23 haverá a publicação da Redação Final e o envio ao governador para a sanção.

LOA 2

Para o deputado José Milton Scheffer (PP), líder do governo, o calendário é viável e foi construído a partir da consulta aos líderes e presidências das comissões, além dos demais parlamentares. “Essa LOA é uma das peças mais bem trabalhadas e com os ‘pés no chão’ que eu já vi nesses meus três mandatos. E avança muito com uma série de programas e investimentos para a área social, como moradia, combate à pobreza, geração de renda e na educação. Há um entendimento majoritário pela aprovação e isso fica claro na forma como esse calendário foi debatido”.

Vacinação

O dia D da Mega Vacinação contra a Covid-19, no último sábado (20), levou 46.846 pessoas aos pontos de imunização para tomar a segunda dose (D2) ou o reforço da vacina. Com relação ao reforço, foram aplicadas 14.980 doses, sendo 5.492 na população com 18 a 59 anos e 9.488 na população acima de 60 anos. Os dados foram informados pelos municípios. Segundo dados do vacinômetro estadual desta segunda-feira (22), o Estado já imunizou 4.811.947 pessoas, ou seja, 66,35% da população vacinável e aplicou 465.634 doses de reforço (7,6%).

Capacitação de jovens

O Instituto PROA, de São Paulo, passa a atuar em SC com o objetivo de capacitar jovens de baixa renda para primeiro emprego. O curso on-line e gratuito acontecerá na Plataforma PROA, para jovens de 17 a 22 anos que estão ou concluíram o 3º ano do Ensino Médio em escola pública e residam no estado. As aulas iniciarão em 4 de abril. As inscrições gratuitas podem ser feitas no site da ONG até o dia 29 de março (www.proa.org.br/plataforma-proa/).