Dia Nacional de Combate ao Fumo reforça os males que o cigarro traz à saúde

Foto Divulgação

Tabagismo pode causar Acidente Vascular Cerebral (AVC), isquemia mesentérica, infarto, claudicação intermitente e perda de membros.

O Dia Nacional de Combate ao Fumo, instituído em 29 de agosto, é uma forma de conscientizar a população sobre os riscos que o tabagismo traz à saúde. Cada vez que uma pessoa fuma, agride diretamente o endotélio, que é a parede que reveste os vasos sanguíneos, e no lugar onde ocorre essa agressão passa a ter uma aderência de gordura, o colesterol, que vai se acumulando lentamente e pode obstruir a passagem do sangue e causar a falta de circulação em determinada região. No caso do cérebro, pode provocar um Acidente Vascular Cerebral (AVC); se for em alguma artéria do intestino, há o risco de uma isquemia mesentérica (falta de sangue); nas pernas, é possível que aconteça a claudicação intermitente (dor ao caminhar) que, no futuro, pode levar à perda de um membro; e se afetar o coração, há grande possibilidade de ocasionar um infarto, e assim por diante.

Dr. Bruno Naves, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), esclarece que quando temos uma artéria obstruída e o sangue não irriga um segmento de algum órgão ou tecido, podemos ter, por exemplo, um infarto, que acomete um fragmento do músculo cardíaco que morre. Ou quando temos um AVC, que é um segmento do cérebro que é lesado, porque nenhum tecido vivo sobrevive sem oxigênio e sem nutrientes. Dr. Bruno ainda alerta que qualquer tipo de tabaco é prejudicial à saúde, mesmo o cigarro eletrônico ou o narguilé, e esses danos são irreversíveis. Por isso, é preciso evitar ambientes contaminados com fumaça de cigarro, já que os riscos também são estendidos aos fumantes passivos, mesmo que em menor intensidade. A doença de Buerger, ou tromboangeíte obliterante, é uma obstrução arterial totalmente causada pelo tabaco, que pode levar à perda de braços e pernas. E para as pessoas que são portadoras dessa doença, quando param de fumar, se chegam próximo à fumaça do cigarro, sentem muitas dores nas extremidades.

Diante de todo mal que o tabaco provoca para a circulação, é importante parar de fumar o quanto antes, manter um controle adequado do colesterol e praticar atividades físicas regularmente. Mudanças de hábitos devem ser adotadas para uma vida mais saudável, e, por isso, a SBACV oficializou neste ano o Agosto Azul e Vermelho, com uma campanha que tem por objetivo conscientizar a população brasileira a cuidar mais da sua saúde vascular. Ao longo do mês estão sendo distribuídos conteúdos com dicas e informações úteis disponíveis nas redes sociais da Sociedade (Facebook; Instagram; YouTube; e LinkedIn) e no site oficial da campanha.

“Quanto mais bem informada a pessoa for sobre as doenças, para poder preveni-las, principalmente saber quais atitudes tomar para não ter problemas vasculares, maior será a chance dela proteger a saúde. E é para isso que foi criada a campanha, para disseminar o conhecimento e ajudar a prevenir para não ter que tratar da doença. Como diz o slogan do Agosto Azul e Vermelho, Valorize a vida. Cuide da sua saúde vascular!”, reforça Dr. Bruno.

A SBACV

A Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) é uma associação sem fins lucrativos, que visa a defender os direitos de seus profissionais, médicos e residentes, especialistas em saúde vascular. Além disso, tem como objetivo incentivá-los à produção científica, aprofundando as pesquisas nas áreas de Angiologia, Cirurgia Vascular e Endovascular, Angiorradiologia e outras modalidades.

A entidade trabalha com uma política alinhada aos valores da AMB (Associação Médica Brasileira) e do CFM (Conselho Federal de Medicina) a fim de conduzir a instituição de maneira ética, sempre valorizando as especialidades médicas em questão. Atualmente, conta com 23 associações regionais espalhadas por todo o Brasil.

(Fonte Way Comunicações)