Conmebol multa Tite por criticar a organização da Copa América

Divulgação_CBF

O técnico Tite, da seleção brasileira, foi multado pela Conmebol por ter feito críticas à organização da Copa América. Nesta quinta-feira, a entidade sul-americana divulgou decisão da Comissão Disciplinar que determina o pagamento de 5 mil dólares (o equivalente a R$ 24,6 mil na cotação atual). O valor da multa será debitado automaticamente da quantia que a CBF terá a receber pela participação na Copa América. Não cabe recurso contra a decisão.

No dia 12 de junho, antes da estreia do Brasil na Copa América, Tite afirmou que a competição foi organizada de maneira “atabalhoada”. O treinador da Seleção foi enquadrado no artigo 12.2, que trata sobre:

– Comportar-se de maneira ofensiva, insultante ou manifestações difamatórias de qualquer índole;

– Violar as pautas mínimas do que se considera um comportamento aceitável no âmbito do esporte e do futebol organizado;

– Insultar de qualquer maneira e por qualquer meio a Conmebol, seus oficiais, autoridades, etc;

– Utilizar um evento desportivo para realizar manifestações de caráter não-esportivo;

– Comportar-se de maneira tal que o futebol como esporte em geral e a Conmebol em particular poderiam ver-se desacreditados como consequência desse comportamento.

Em sua decisão, Eduardo Gross Brown, presidente da Comissão Displinar da Conmebol, ainda afirmou que “em caso de reiteração de qualquer infração à disciplina esportiva de igual ou similar natureza que ocasionou o presente procedimento será aplicado o disposto no Art. 31 do Código Disciplinar da Conmebol e as consequências que do mesmo possam advir.” Tal artigo trata de reincidência e eventuais punições por isso, como por exemplo a suspensão de jogos.