Saúde confirma gravidade da covid em Joaçaba, mas aposta em queda de contágio

Divulgação/Prefeitura JBA

Secretário Valmor Reisdorfer diz que atendimentos no posto de triagem estão caindo e justifica o elevado número de infectados pela quantidade de testes realizados no município.

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

O secretário de Saúde de Joaçaba, Valmor Reisdorfer, confirmou nesta sexta-feira que o avanço da covid-19 na cidade já atinge um a cada cinco habitantes, ou cerca de 20% da população. Ele está preocupado com o elevado índice de contaminação, conforme publicaram o jornal Raízes Diário e o RD Comunicação, nesta quinta-feira, dia 17 de junho.

Apesar do mau comportamento de parte da população, principalmente jovens, que vem aglomerando, ignorando as máscaras e participando de festas e eventos clandestinos no interior do município, Valmor Reisdorfer vê uma luz no fim do túnel. “Já começou a dar uma queda. O número de atendimentos no centro de triagem também já reduziu. Não sei se na próxima semana a gente não tenha uma queda bem drástica do número de infectados aqui no nosso município”, aposta o secretário.

Valmor Reisdorfer explica que o município está fazendo muitos testes para detectar o novo coronavírus e há um programa intenso de monitoramento na cidade. “Quando detectamos um contaminado, nós testamos praticamente todo o círculo às sua volta, tanto de trabalho quanto familiar”, informou o secretário.

Quanto à quantidade de pessoas contaminadas, Valmor Reisdorfer justifica a elevada incidência em Joaçaba em função deste trabalho de testagem. “Talvez por isso é que surge o elevado contingente de infectados verificado nas estatísticas, pela quantidade de testes”, contemporiza a autoridade sanitária em relação aos números apontadas nos boletins epidemiológicos, divulgados diariamente pelo município.

Arquivo/RD

ÓBITOS
“Felizmente, nossos óbitos não estão acompanhando a taxa de contágio”, pontua o secretário de Saúde de Joaçaba. Ele acredita que, por causa da rapidez da vacinação, os índices de covid-19 no município vão baixar nas próximas semanas.

Na última quarta-feira, Joaçaba atingiu a marca de 6.032 pessoas contaminadas pela covid-19 desde o início da pandemia. Esse números é maior que o dobro de incidência percentual da média nacional de contaminação pelo novo coronavírus, que é de um infectado a cada 12 brasileiros. E também supera em 40% a média estadual de um a cada sete catarinenses contaminados desde março do ano passado.

Quanto à taxa de letalidade, ou de morte, da covid-19 em Joaçaba, que é de 1%, acima da média nacional e três pontos percentuais acima do considerado normal pela Organização Mundial de Saúde (OMS), Valmor Reisdorfer acredita que os números vão cair rapidamente. Segundo ele, à medida em que a vacinação avançar, pois em novo caso de infecção ou a cada novo contágio, a doença virá de forma mais branda em função do percentual de imunização garantido pela vacina, Joaçaba entre em um estágio de normalidade.