Plano para retomada econômica dos pequenos negócios é lançado em Caçador

Foto Divulgação

Serão atendidos na região Meio-Oeste 500 pequenos negócios.

Foto Divulgação

Caçador – Com a presença de lideranças políticas, empresariais e imprensa, foi realizado em Caçador, pela gerente regional do Sebrae Meio-Oeste Sueli Bernardi, a apresentação do Plano Estratégico para a retomada econômica dos pequenos negócios na região. Sueli destacou que esta é uma ação que começou a ser discutida com diversas entidades, envolvendo empreendedores e gestores públicos e a partir da análise de cenários e discussões, foi elaborado o Plano Estratégico para a Retomada Econômica dos Pequenos Negócios do Meio-Oeste.

“O Plano contempla dois eixos de atuação e inúmeras ações. O primeiro eixo é o Programa Cidade Empreendedora que visa oportunizar um ambiente favorável ao desenvolvimento dos pequenos negócios, com a implementação de políticas públicas, de atendimento, desburocratização, compras públicas e outras. O segundo eixo está calcado em ações de gestão, inovação e mercado, objetivando a reinvenção das empresas e a permanência no novo mercado, acelerando o seu desenvolvimento”.

Segundo Odelir Neves, diretor de assuntos institucionais da Ampe de Caçador e vice-presidente da Fampesc, “o Plano veio para ajudar o desenvolvimento e a retomada de nossas empresas em consequência da pandemia, queremos parabenizar o Sebrae e demais entidades pela brilhante iniciativa e podem contar com a parceria de nossa entidade Ampe Caçador”.

Jovelci Gomes, presidente da Acic, ressalta a importância das parcerias neste momento. “Esse apoio do Sebrae em parceria com tantas outras entidades está vindo em boa hora, onde as micro e pequenas empresas estão precisando deste apoio”.

Emerson Pegoraro, presidente da CDL, ressaltou que “o crescimento de uma empresa depende de vários fatores, mas o conhecimento é um dos mais importantes. A criação desse projeto em parceria com a Prefeitura e apoio das entidades empresariais do nosso município, visa impulsionar o crescimento econômico de nossa cidade de forma assertiva. Quanto mais o empresário se capacitar e capacitar seus colaboradores maior será o seu ganho junto ao seu cliente”.

O prefeito Saulo Sperotto fez questão de dizer que “esta ação do Sebrae é de extrema importância para a nossa economia, principalmente para os pequenos empreendedores. Com estas empresas fortalecidas, temos mais empregos, renda e qualidade de vida para todos os cidadãos”. Em Caçador aderiram 30 empresas. Investimentos serão divididos, entre Sebrae (50%), Prefeitura (25%), e 25% empresas, entre microempreendedores individuais e empresas de pequeno porte.

O Programa

O Objetivo é atender 500 pequenos negócios, nos 34 municípios de abrangência do Sebrae Meio-Oeste. Os setores prioritários que serão atendidos são:  a cadeia da moda, do turismo, da alimentação fora do lar e também saúde e bem-estar, que estão entre os setores mais afetados pela pandemia no Brasil e no Mundo. O valor total do projeto empresarial, está previsto em R$ 3.395.000,00, vigência 2021, dos quais 50% serão custeados pelo Sebrae. Já o Cidade Empreendedora depende do perfil do município e vigência 2021/2022. “Nossa meta é 100 municípios fazendo parte do programa Cidade Empreendedora em Santa Catarina, queremos fechar este número até o final do mês, já temos cerca de 60 municípios, já agendamos visitas com prefeitos de vários municípios e temos ótimas expectativas”, finaliza Sueli.