Morre dono da Empresa Joaçabense de Transportes Coletivos, por complicações da covid-19

O empresário Eitor Hoppen estava internado no Hospital Universitário Santa Terezinha (Hust). Ele foi internado para tratamento de uma infecção após realizar uma cirurgia na pleura no final de março. O empresário acabou infectado pela Coivid-19 e com o agravamento do quadro foi transferido para uma UTI em Chapecó. Eitor Hoppen, de 70 anos, não resistiu e faleceu neste domingo, dia 30 de maio. Ele era sócio e proprietário da Empresa Joaçabense de Transportes Coletivos, que faz a linha Luzerna-Joaçaba.

A família e a empresa emitiram uma nota oficial lamentando a perda.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA NOTA:

“Com muita tristeza, noticiamos o falecimento  neste domingo (30), do sócio proprietário da Empresa Joaçabense de Transportes Coletivos, Sr. Eitor Hoppen, 70 anos.  O empresário foi internado no Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) para tratamento de uma infecção após realizar uma cirurgia no final de março para tratamento da pleura.

Eitor acabou positivando para a Covid-19 na última terça-feira (25). Ele teve que ser transferido para a UTI do hospital de Chapecó na madrugada da sexta-feira (28), mas não resistiu ao agravamento da doença.

Natural de Ipira, Eitor se mudou para Luzerna em 1971, sendo que no mesmo ano se tornou empresário do ramo de transporte coletivo intermunicipal urbano, fundando juntamente com seus irmãos Elói Hoppen, Elizeo Hoppen, Eliana Hoppen, Elizio Hoppen e seu pai Raimundo Hoppen, a Empresa Joaçabense de Transportes Coletivos.

Foi presidente da Comunidade da Igreja de Confissão Luterana do Brasil – IECLB em Luzerna, fez parte da Comissão para Emancipação do município, além de presidir a Associação Industrial de Luzerna (ACIAL).”