Luto no Samba: morre Dominguinhos do Estácio

Foto: Divulgação/LIESA

Intérprete de sambas-enredo dos melhores que já se viu, grande vencedor de carnavais, ele estava internado após uma hemorragia cerebral

Da Agência Brasil

Morreu na madrugada desta segunda-feira (31), no Rio de Janeiro, o cantor e compositor Dominguinhos do Estácio, aos 79 anos. A informação foi divulgada nas redes sociais do intérprete do carnaval carioca. Ele estava internado desde o dia 11 de maio no Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, onde passou por uma cirurgia de emergência após uma hemorragia cerebral.

Domingos da Costa Ferreira nasceu no Rio no dia 4 de agosto de 1941 e começou a carreira no carnaval no fim dos anos 60 como cantor e compositor na escola de samba Unidos de São Carlos, que, a partir de 1983, passou a se chamar Estácio de Sá. O nome Dominguinhos do Estácio é uma referência ao bairro onde o intérprete nasceu.

O sambista passou por outras escolas, como a Imperatriz Leopoldinense, na qual interpretou o samba vencedor do carnaval de 1989, “Liberdade, Liberdade, Abra as Asas Sobre Nós”. Pela Unidos do Viradouro, venceu o carnaval de 1997 interpretando o samba-enredo “Trevas! Luz! A Explosão do Universo”.

Ao longo da carreira, também gravou nove discos.