Eco Têxtil conquista dois prêmios de inovação

Foto Divulgação

A empresa Eco Têxtil LTDA, que foi pré-incubada da Agência de Inovação e Relações Institucionais da Unoesc, AGIR, conquistou este ano, a quarta posição entre as startups mais inovadoras do Sul do Brasil, de acordo com a 17ª Edição do Prêmio Campeãs da Inovação, da revista Amanhã na categoria startup, e o terceiro lugar no Prêmio Stemmer de Inovação Catarinense na categoria Empresa Socioambiental.
Conforme relembra um dos sócios e proprietários da empresa, o administrador Severino Luís De Déa, formado na Unoesc, a Eco Têxtil surgiu como resultado da tese de pós-graduação com a aplicação de um programa de produção mais limpa (P+L), o projeto foi aprovado já no primeiro edital, fazendo parte dos 20 pré-incubados do NIT (Núcleo de Inovação Tecnológica), hoje AGIR (Agência de Inovação e Relações Institucionais da Unoesc).

Foto Divulgação

“Buscamos junto com os professores, Mestres e Doutores da instituição orientação para elaboramos o plano e modelo de negócios a ser aplicado. Também no período, participamos de cursos e palestras de várias temáticas aplicadas no empreendimento como; Contabilidade, Gestão, Empreendedorismo Inovador, Direito Empresarial, Processos Produtivos, entre outros”, ressalta o administrador.

A empresa ainda foi aprovada em um segundo edital, no programa Sinapse da Inovação (FAPESC) para o desenvolvimento de um equipamento de pequeno porte que atendesse as micro e pequenas confecções, também foi contemplada com o edital de incubação da ITL (Incubadora Tecnológica de Luzerna), a qual faz parte do ecossistema do Polo Inovale.

No ano de 2019 a Eco Têxtil foi contemplada com o edital Programa Nacional Conexão Startup Indústria da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), desenvolvendo um equipamento para teste de fios e tecidos, na busca pela economia circular.

“Este edital foi um divisor de águas, pois, gerou sinergia com uma empresa Européia, possibilitando nossas primeiras exportações em meio a recessão causada pela pandemia, promovendo a conexão e a parceria com a empresa portuguesa MyShirt”, enfatiza Severino.

Para a diretora da AGIR, professora Jéssica Romeiro Mota, é gratificante ver que a agência contribuiu com o sucesso da empresa. “A Unoesc vem apoiando e estimulando ações no nosso ecossistema de inovação há muitos anos e os frutos estão sendo colhidos. Uma alegria ver diplomados da Unoesc e da nossa pré-incubadora como o Severino alçando voos tão altos e saber que esse projeto nasceu na Universidade. Que possamos apoiar tantos mais projetos e ver nossa região (e seus empreendedores) decolar!”, destaca a professora.

(Fonte Unoesc Joaçaba)