SC tem o terceiro maior percentual de infecção por covid no Brasil

Foto: Agência Brasil/EBC

Estado só fica atrás de Roraima e Distrito Federal e acaba de superar o Amapá. Desde o início da pandemia, quase 13 em cada 100 catarinenses foram infectados. Em Joaçaba, 5.115 pessoas já contraíram o vírus e taxa de letalidade é de 1% maior que a média nacional.

Da Redação
jornalismo@raizesdiario.com.br

A Covid-19 não está dando trégua aos catarinenses. De acordo com análise do Ministério da Saúde, respaldada pelos boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria de Saúde  do estado, Santa Catarina é a terceira unidade da federação com maior incidência de casos confirmados de covid-19, desde o início da pandemia. Com 127 mil registros diagnosticados a cada 1 milhão de habitantes, o SC acaba de superar o Amapá e está atrás apenas de Roraima (157 mil a cada milhão) e Distrito Federal (127,7 mil por milhão).

Em Joaçaba, desde março do ano passado até esta terça-feira, dia 18, 5.115 pessoas contraíram o vírus da Covid-19. Até o momento, o município registrou 51 mortes e soma 275 casos ativos. Isso quer dizer que 16,7% da população já foi infectada pelo novo coronavírus e que a taxa de mortalidade está em praticamente 1% enquanto o valor recomendável para deter a doença é 0,75%, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Ou seja, Joaçaba está 25 pontos percentuais acima da melhor probabilidade de aniquilação da pandemia. Nestas segunda e terça-feiras, três joaçabenses perderam a luta contra a Covid, uma que estava internada em Chapecó e dois no Hust.

O Estado era o quarto do país nesse indicador desde 30 de novembro, período em que iniciou a segunda onda de transmissão do coronavírus. A prevalência de casos é superior à média da Região Sul, que é de 97.590 para cada 1 milhão de habitantes, e a brasileira, de 72.885 por milhão.

O mês maio é, até agora, o período com o maior número de mortos por covid0-19 em Santa Catarina. Até esta terça-feira, dia 18, SC registrou 838 óbitos pela doença. Nas últimas 24 horas entre os dias 17 e 18, foram 119 mortes por Covid-19, o dia de maior números de mortes. Os números do estado apontam para um total de 933.324 infectados pelo novo coronavírus desde março de 2020.

De acordo com os registros do Ministério da Saúde, pela média móvel de praticamente 2 mil mortes por dia, até o dia 18 de junho o Brasil deverá atingir a marca de meio milhão de óbitos por Covid-19. Atualmente, são 439.379 mortes e 15.735.485 de casos confirmados da doença (até 18 de maio).

Com informações do G1, Correio Braziliense e Ministério da Saúde