Coluna Pelo Estado – Política catarinense se despede de Casildo Maldaner

Foto Daniel Conzi/Agência AL

Até os rivais reconheciam: “Era impossível encontrar defeitos em Casildo Maldaner, até mesmo quando fomos adversários não consegui falar mal dele”. A frase do ex-senador Paulo Bauer (PSDB) resume o sentimento de parentes, amigos e adversários políticos do ex-governador de Santa Catarina, que morreu na noite desta segunda-feira , 17, aos 79 anos, vítima de câncer, no Hospital da Caridade, na Capital, onde travou uma batalha contra a doença. O velório aconteceu durante toda a manhã na Assembleia Legislativa e o seu corpo foi cremado após cerimônia religiosa ocorrida no cemitério Jardim da Saudade, em Florianópolis.

O governador Carlos Moisés decretou luto oficial de sete dias e fez questão de prestar homenagem, se solidarizar com a família e os amigos, e lembrar do espírito público do emedebista. “Um homem de trajetória política rica. Uma história de realizações e feitos em um grande partido, que é o MDB. Deixa saudades a todos, mas também uma dor para a família, pela perda. Por tudo isso, fazemos questão de deixar aqui as nossas homenagens.

Nascido em Carazinho (RS), iniciou sua trajetória como vereador pela UDN em Modelo, no Oeste de SC, para onde sua família migrou quando ele tinha 2 anos. Filiado ao MDB, foi eleito deputado estadual de 1975 a 1979 e de 1979 a 1983. Em seguida, se elegeu deputado federal entre 1983 e 1987. Na eleição de 1986 participou da chapa liderada por Pedro Ivo Campos e acabou eleito vice-governador do Estado. Após a morte do correligionário, assumiu o comando do Poder Executivo em 1990 ficando até 1991. Foi ainda senador entre 1995-2003. Em 2006, foi eleito ao Senado como primeiro suplente de Raimundo Colombo, que venceu a eleição para o governo em 2010. No ano seguinte, Maldaner assumiu o mandato, que cumpriu até 2014. Maldaner deixa a mulher, Ivone; os filhos Josaine, Janiara e Jandrey, além de cinco netos.

Foto Daniel Conzi/Agência AL

Ícone do MDB

Em nota oficial, a Bancada do MDB manifestou pesar pela morte do ex-governador, reconhecido em sua trajetória política como uma das mais expressivas lideranças do partido. ”Sua capacidade de motivar companheiros e construir o consenso o fez marcante para os emedebistas”, diz a nota. Comunicativo, autêntico, animador, intenso e sempre presente nos grandes momentos, em campanhas políticas, encontros e roteiros por todo o Estado, Casildo fez a diferença, sempre próximo dos catarinenses. Seu legado é imenso e motivo de reconhecimento”.

Segundo pai

O líder do MDB na Assembleia, deputado Valdir Cobalchini, guarda imenso apreço pelo vulto de Casildo Maldaner, a quem considera como seu mentor na política. Cobalchini iniciou como assessor parlamentar de Casildo na Câmara dos Deputados e nunca perdeu a proximidade de quem considerava como um segundo pai: “Tive um pai biológico, mas ele me encaminhou, orientou. Na vida pública, nos deixou grandes ensinamentos. A forma como tratava as pessoas, com respeito e sensibilidade, sua perspicácia, o modo astuto no bom sentido, a comunicação e a capacidade de aconselhar foram marcantes”.

Líder

O ex-governador Raimundo Colombo lamentou a morte de Casildo Maldaner. “Santa Catarina perdeu um grande líder. Eu perco um grande amigo”, afirma. “Um abraço de gratidão, pela parceria, que de uma forma muito humana e bonita fizemos no Senado. Um abraço de admiração por uma pessoa especial, extremamente inteligente, que falava com uma sabedoria impressionante e que ajudou Santa Catarina e eu, pessoalmente, a superar momentos difíceis pelo melhor caminho.”

Adiada

Em função do luto decretado pela morte do ex-governador Casildo Maldaner, a audiência pública sobre o Ensino Domiciliar não aconteceu nesta terça-feira, 18, como estava prevista dentro da agenda da Comissão de Educação. A presidente da Comissão, deputada Luciane Carminatti (PT), lamentou o falecimento e emitiu nota: “Aos familiares e amigos do ex-parlamentar oferecemos nossa solidariedade e o reconhecimento por sua contribuição para a política catarinense”. Uma nova data será marcada.