Brasil perde Eva Wilma uma das nossas maiores atrizes

Foto: Divulgação/Agência Brasil

Ela estourou na televisão em 1975, na Rede Tupi, com a novela Muleres de Areia, ao lado do marido, Carlos Zara. Sofria com problemas cardíacos e renais e estava com 87 anos.

Aos 87 anos, morreu na noite deste sábado (15), em São Paulo, a atriz Eva Wilma. Internada desde 15 de abril no Hospital Albert Einstein para tratamento de problemas cardíacos e renais, em maio, a atriz teve descoberto um câncer de ovário.
“Comunicamos que a atriz Eva Wilma acaba de falecer às 22h08 no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, em função de um câncer de ovário disseminado, levando a insuficiência respiratória”, diz nota oficial sobre o falecimento da atriz.
Um dos principais nomes da dramaturgia brasileira, Eva Wilma foi bailarina clássica na juventude e teve passagens marcantes no teatro, no cinema e na televisão. Eva Wilma foi casada com os atores John Herbert e Carlos Zara, já falecidos, e deixou dois filhos, Vivien Buckup e John Herbert Buckup Jr e cinco netos.
Depois de uma longa carreira no teatro e no cinema, ela explodiu para a televisão em 1975, quando interpretou as gêmeas Ruth e Raquel (vividas anos depois por Glória Pires em um remake da Globo), na primeira edição da novela “Mulheres de Areia”.
O último trabalho de Eva Wilma na TV foi na novela O Tempo Não Para”, exibida pela Globo, no papel da Dr.ª Petra Vaisánen.

Com informações da Agência Brasil