Joaçaba movimenta quase R$ 2 bilhões por ano

Foto: Divulgação/Real Time

PIB do município é o 28º do estado, de acordo com aferição do IBGE feita em 2018. Arrecadação de impostos cresceu e economia local transferiu R$ 25,1 milhões aos governos estadual e federal somente até 5 de maio deste ano. No estado, perde apenas para Balneário Camboriú.

 

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

Joaçaba tem a 28º melhor economia entre os 293 municípios de Santa Catarina. A melhora na posição do ranking de desenvolvimento econômico de SC foi divulgada nesta terça-feira pela Prefeitura Municipal, mas já estava disponível no site do IBGE desde fevereiro de 2020. Mas, se observada a arrecadação de impostos, aferida no primeiro quadrimestre deste ano, Joaçaba só não supera a décima economia do estado, Balneário Camburiú. Somos o segundo melhor resultado deste ano, até o final de abril

Somente em repasse da arrecadação de impostos e tributos estaduais e federais realizada até o último dia 5 de maio, Joaçaba entregou R$ 25,1 milhões (R$25.100.679,17). De acordo com a Prefeitura Municipal, o crescimento na arrecadação de impostos foi de 9,5 % no primeiro quadrimestre.  A Prefeitura também anunciou que o município está mantendo o crescimento em empregos, pois no mesmo período (janeiro a abril de 2021) registrou saldo positivo de 240 novos postos ocupados (diferença entre demitidos e admitidos).

O Produto Interno Bruto (PIB) é a soma de todos os bens e serviços produzidos em uma economia durante um ano e ajuda a avaliar se a economia está crescendo e se o padrão de vida está melhorando. Quem coleta esses dados é o IBGE, que faz a divulgação sempre de dois anos anteriores ao atual. A aferição de Joaçaba, em 2018, foi de um volume de R$ 1.966.381.436,36. Esse montante, dividido pela população municipal (30.404 habitantes, segundo o IBGE), revela a renda per capta (ou por pessoa na cidade), que direciona o potencial de consumo e riqueza da população e sua economia.

No caso de Joaçaba, a renda média anual por habitante é de R$ 64.675,09, o que daria uma renda mensal média aproximada de R$ 5 mil (R$ 4.975,00). Isso nos coloca atrás de Videira e Campos Novos, mas à frende de  Xanxerê, São Miguel do Oeste e Itapema.

Para o prefeito Dioclésio Ragnini, mesmo Joaçaba tendo pouco mais de 30 mil habitantes, é uma cidade com um grande potencial econômico. “Nosso município é um grande produtor de riquezas, o que comprova isso são os índices de arrecadação e PIB que encontramos atualmente. Mesmo tendo pouco mais de 30 mil habitantes e ocupando a 48º colocação na lista de municípios de Santa Catarina por população, apresenta o segundo melhor índice de crescimento de arrecadação em tributos federais e estaduais no primeiro quadrimestre de 2021. E isso, é uma alegria muito grande para nós, pois demonstra que estamos no caminho certo e Joaçaba está se desenvolvendo”, comprovou o prefeito Dioclésio Ragnini.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Joaçaba.