Dengue volta a matar em Santa Catarina

Dois casos já foram registrados este ano no estado. O mais recente ocorreu nesta segunda-feira. Os dois óbitos ocorreram em Joinville. Um homem de 49 anos e outro de 75.

O segundo óbito de dengue em Santa Catarina de 2021 foi confirmado pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC). O caso foi registrado no município de Joinville, norte do estado. Um homem, de 75 anos, morreu no começo do mês em decorrência das complicações causadas pela doença. O primeiro óbito de 2021, de um homem, de 49 anos, também de Joinville, foi confirmado na última sexta-feira, dia 7.

O município de Joinville está em epidemia de dengue com uma taxa de incidência de 474,5 casos por 100 mil/hab e concentra 87,6% dos casos autóctones do estado. A Organização Mundial da Saúde define o nível de transmissão epidêmico quando a taxa de incidência é maior de 300 casos de dengue por 100 mil habitantes.

Antes, o estado só havia registrado óbitos por complicações causadas pela dengue em 2016. Ambos os casos foram registrados no Oeste do Estado, sendo um em Chapecó e outro em Pinhalzinho.

De acordo com a Dive, Santa Catarina registrou até sábado, dia 1°, 3.374 casos de dengue em 2021, sendo 96% deles contraídos dentro do estado.

Santa Catarina tem 112 municípios infestados pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Joinville vive situação de epidemia da doença, já que tem uma taxa de incidência de 474,5 casos por 100 mil habitantes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) define epidemia como uma taxa de, pelo menos, 300 casos por 100 mil habitantes.

CONFIRA A SITUAÇÃO NOS MUNICÍPIOS: