Diabéticos só precisam apresentar receita para serem vacinados

Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília.

Basta mostrar a indicação médica com Metformina ou Insulina para que a pessoa esteja habilitada a receber a primeira dose de vacina. Mas todos os pacientes precisam levar cartão de vacinação, documento com foto, comprovante de residência e carteirinha do SUS.

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

Pacientes com qualquer tipo de diabetes, 1 ou 2, vão poder tomar a primeira dose da vacina contra Covid-19, sem precisar apresentar declaração o atestado médico. Para isso, basta apresentar uma receita com indicação de Metformina e ou insulina (e demais medicamentos para a doença, caso haja algum específico) na hora da aplicação.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do RD no EFs 2, da Rua Getúlio Vargas, em Joaçaba, o grupo de portadores de diabetes mellitus é uma prioridade e as receitas têm duração de um ano. Ou seja, estão valendo receitas emitidas a partir de 10 de maio de 2020.

Pessoas com comorbidades, gestantes, síndrome de down, diabéticos e deficiências permanentes, entre 55 e 59 anos, formam o primeiro a ser vacinado com a primeira dose de vacina contra a covid-19, entre os pacientes prioritários. A Prefeitura de Joaçaba informou, na tarde desta quarta-feira, dia 5 de maio, que a vacinação ocorrerá no Parque Municipal Ivan Oreste Bonato, a partir do próximo dia 10 de maio.

De acordo com a nota da Prefeitura, poderão se vacinar, pessoas de 50 a 59 anos com as seguintes comorbidades:

– Diabetes mellitus

– Pneumopatias crônicas graves

– Hipertensão Arterial Resistente (HAR)

– Hipertensão arterial estágio 3

– Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade

– Insuficiência cardíaca (IC)

– Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar

– Cardiopatia hipertensiva

– Síndromes coronarianas

– Valvopatias

– Miocardiopatias e Pericardiopatias

– Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas

– Arritmias cardíacas

– Cardiopatias congênita no adulto

– Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados

– Doença cerebrovascular

– Doença renal crônica

– Imunossuprimidos

– Anemia falciforme

– Obesidade mórbida

– Cirrose hepática.

– Síndrome de down (18-59 anos)

– Transplantados de órgãos sólidos ou de medula óssea (18-59 anos)

– Gestantes e puérperas com comorbidades (18-59 anos)

– Pessoas com deficiência permanente cadastradas no programa de benefício de prestação continuada (BPC) de 18-59 anos

– Pessoas com deficiência permanente  (50 a 59 anos) e que não recebem benefício, que tenha limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar. Grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo, grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com óculos, deficiência intelectual permanente que limite suas atividades habituais (Ex: trabalhar).

Foto: Divulgação

Segundo a Prefeitura de Joaçaba, a vacinação será feita sempre das 8h às 16h, sem fechar ao meio-dia, no Parque Municipal Ivan Oreste Bonato.

Para receber a primeira dose neste grupo de comorbidades, os pacientes devem apresentar um documento (atestado/declaração médica a ser retirado nos postos de saúde, EFs), que comprove a sua condição médica, além de documento de identidade (RG), comprovante de residência e carteira de vacinação, caso possua. Para os diabéticos, basta apresentar a receita vigente com determinação de uso de Metformina e ou insulina.

CONFIRA AS DATAS:

Segunda-feira, dia 10
Pessoas de 59 a 58 anos.

Terça-feira, dia 11
Pessoas de 57 a 56 anos.

Quarta-feira, dia 12
Pessoas de 55 a 54 anos.

Quinta-feira, dia 13
Pessoas de 53 a 52 anos

Sexta-feira 14
Pessoas de 51 a 50 anos.