Inscrições abertas para Agentes Locais de Inovação. Remuneração chega a R$ 4 mil  

Vagas são disponibilizadas também para Joaçaba. Os profissionais escolhidos são capacitados pelo Sebrae/SC e atuam com projetos de inovação apoiando pequenas empresas do estado.

Estão abertas as inscrições para o programa que vai selecionar Agentes Locais de Inovação para atuarem em pequenas empresas de Santa Catarina. Os profissionais serão selecionados e capacitados pelo Sebrae/SC. A remuneração oferecida é de R$ 4 mil. As inscrições podem ser realizadas até o dia 18 de abril, às 18h. Mais informações e os requisitos para se candidatar estão disponíveis no endereço https://www.concepcaoconsultoria.com.br/.

O projeto terá 17 meses de duração, sendo um de treinamento e 16 de atuação em campo. Serão selecionados e capacitados 50 profissionais. O objetivo do ALI é promover a inovação no estado, auxiliando micro e pequenas empresas a reduzirem custos e aumentarem a produtividade e o faturamento com produtos e processos inovadores. Estão sendo ofertadas vagas para as cidades de São Miguel do Oeste, Chapecó, Itajaí, Brusque, Lages, Criciúma, Tubarão, Florianópolis, Joaçaba, Joinville, São Bento, Blumenau e Rio do Sul.

Para se inscrever é preciso que o candidato à vaga tenha concluído curso superior nos últimos 10 anos, comprovando seis meses de atuação em atividades relacionadas a pequenos negócios, gestão de empresas ou tecnologia e inovação, possuir currículo na plataforma Lattes e ter disponibilidade de tempo integral. O gestor do Programa Agentes Locais da Inovação no Sebrae/SC, Denilson Coelho, explica que os profissionais selecionados atuarão no maior projeto de apoio à inovação com foco em micro e pequenas empresas atualmente sendo realizado na América Latina “Os selecionados receberão treinamento e terão a oportunidade de se aprofundar na realidade dos pequenos negócios catarinenses. Assim, por meio de orientação proativa e personalizada, estarão auxiliando os empresários no processo de inovação das suas empresas, aumentando a produtividade e fomentando o empreendedorismo local”, explica Denilson.