Coluna Pelo Estado – “Lockdown inverso”, a nova medida adotada pela prefeitura de Chapecó

Foto Divulgação/PMC

Na semana passada, Chapecó virou notícia nacional quando o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez questão de visitar a cidade para destacar as medidas de enfrentamento à pandemia adotadas pelo prefeito João Rodrigues (PSD). O fato de a prefeitura anunciar a desativação das enfermarias do centro de atendimento semi-intensivo instalado no Centro de Convenções da cidade, após alta de mais de 100 pacientes, motivou Bolsonaro a usar a maior cidade do Oeste catarinense como exemplo a ser seguido. Além disso, exaltou o que classificou como “liberdade para o médico trabalhar”, receitando o medicamento que considera correto no tratamento. Todas essas ações destacadas colocaram o prefeito Rodrigues em evidência na mídia nacional.

Neste domingo, 11, mais uma vez ele veio à público anunciar outra ação, no mínimo, polêmica: o “lockdown inverso”. “Estamos adotando o lockdown inverso, que é o isolamento somente das pessoas que testam positivo e não de todas as pessoas como vem sendo adotado por alguns administradores. Para isso estamos ampliando as testagens em todas as unidades de saúde e também nos ambulatórios”, afirmou Rodrigues.

Chapecó já comprou 40 mil testes do tipo swab nasal, que permite um resultado seguro em 20 minutos. Com isso as pessoas infectadas já fazem a consulta e recebem a medicação na rede pública. Segundo ele, “essa foi uma das medidas que permitiu reduzir o número de ativos da doença de 5,5 mil, no início do mês passado, para 379 neste domingo”. A prefeitura pretende intensificar essa ação para manter o contágio sob controle, enquanto avança a vacinação. João Rodrigues entende que é possível enfrentar a doença sem trancar todo mundo em casa. Isso está se refletindo também no emprego, já que a cidade tem 1,2 mil vagas disponíveis no Balcão Municipal de Empregos.

Foto Divulgação/CREA-SC

CREA-SC, 100 Dias

Como parte das comemorações dos 100 dias de gestão de Carlos Alberto Kita Xavier, o CREA-SC lança uma nova funcionalidade no Creanet – Protocolos Online – que garante maior eficiência e agilidade aos processos e Papel Zero com objetivo de envio de documentação totalmente online e acompanhando o status do atendimento. Outra ação importante é a criação do Balcão Virtual, que tem o objetivo de facilitar o acesso dos profissionais aos meios de atendimento disponíveis do Conselho. O espaço, que será disponibilizado no Portal.

Gás Natural

Em março, o consumo de Gás Natural registrou recorde de média diária de vendas, com resultado diário 0,16% superior a fevereiro, quando já havia sido registrado o último recorde. Além disso, o volume médio do mês é 8,58% superior do que o comercializado no mesmo período em 2020. Entre os setores que utilizam Gás Natural, o destaque no consumo foi da indústria. O setor consumiu 26,81% a mais quando comparado a março de 2020, 12,05% acima de março de 2019 e 0,8% acima do mês anterior, fevereiro último. As indústrias são responsáveis atualmente por mais de 80% de todo o gás natural comercializado em SC. Com essa sequência de recordes, a SCGÁS se aproxima de 12 bilhões de m³ de Gás Natural distribuídos desde o início de sua operação, no ano 2000.

Meio-Oeste

A deputada Paulinha (PDT) fez um giro pelo Meio-Oeste catarinense nesta sexta (9) e sábado, 10. Ela esteve em 12 municípios, entre eles Capinzal, Joaçaba, Curitibanos e Campos Novos. Ao todo, ela garantiu mais de R$ 2,5 milhões entre emendas e recursos para a região. O principal destaque foi o Hospital Nossa Senhora das Dores, de Capinzal, que com a intervenção da deputada junto ao governo do Estado, teve liberado R$ 1,9 milhões para a obra do centro cirúrgico. Essa obra estava parada desde 2011.

Lei de Segurança Nacional

A Lei de Segurança Nacional será tema de mais um debate online realizado pela Associação dos Advogados Criminalistas (AACRIMESC) nesta quarta-feira, 14, às 20h. Idealizado pelo advogado Luiz Eduardo Dias Cardoso, que atuará como mediador, o encontro contará com a participação do Professor de Teoria e História do Direito da UFSC Diego Nunes e do Advogado e professor da PUC-RS e do Insper Alexandre Wunderlich. O debate é online e gratuito e pode ser acompanhado pelo link.