HUST recebe mais 5 leitos para UTI Covid

Equipamentos para a ampliação do setor chegaram na tarde desta sexta-feira, 9 de abril. São respiradores, monitores e bombas infusoras que ampliam a capacidade desta ala em 50%.

Na tarde desta sexta-feira (09), o Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) recebeu respiradores, monitores e bombas infusoras para que possa instalar mais cinco leitos de UTI Covid. O pedido dos equipamentos, para a Secretaria de Estado da Saúde (SES) foi feito no dia 5 de março, depois que a Associação dos Municípios do Meio-Oeste Catarinense (AMMOC) concordaram em ceder 15 profissionais Técnicos em Enfermagem para o Hospital possibilitando assim a ampliação dos leitos. Três dos respiradores vieram da cidade de São Miguel do Oeste e dois deles foram cedidos pela UPA de Herval d’ Oeste que recebeu outros dois equipamentos para substituí-los.

A entrega foi realizada no auditório do Hospital e contou com a presença de representantes do hospital, entre eles o diretor Geral do HUST, Alciomar Marin, do Prefeito de Joaçaba, Dioclésio Ragnini, do prefeito de Herval d’ Oeste Mauro Martini, do Secretário de Saúde de Joaçaba, Valmor Reisdorfer e além da representante da Comissão Intergestores Regional (CIR) Kamille Sartori Beal e o Coordenador Macrorregional de Saúde da (SES), Luiz Martinho Ávila.

“É grande a satisfação por ter entregue esses equipamentos. Gostaria de ressaltar o apoio da nossa Secretária de Estado de Saúde, Carmen Zanotto e do Secretário Adjunto Alexandre, e nosso superintendente Ramon, que está diretamente ligado às regionais”, disse  o Coordenador Macrorregional de Saúde da (SES), Luiz Martinho Ávila.

DIFICULDADES
O prefeito de Joaçaba, Dioclésio Ragnini, afirmou que foi necessário se impor para que isso acontecesse. “Temos feito muitas reuniões e muitas vezes a ajuda não vem, por isso, é um momento de bastante alegria por termos trabalhado e conseguido fazer com que essa vinda dos respiradores se tornasse realidade”, informou.

“São muitas as dificuldades neste momento e é muito importante agora podermos dar melhor suporte aos pacientes”, comentou o prefeito de Herval d’ Oeste Mauro Martini.

AVALIAÇÃO TÉCNICA
O diretor Geral do HUST, professor Alciomar Marin, explica que os equipamentos passarão agora por uma avaliação técnica e calibração. Em paralelo, será feita organização dos espaços e formalização das tratativas para a cedência dos profissionais que atuarão no HUST e o remanejamento dos profissionais que já são do Hospital para a ala covid para que então seja possível ter os leitos funcionando. O prefeito de Joaçaba, por sua vez, ressaltou que para a próxima semana já irá disponibilizar profissionais do município.

“Não temos uma data exata para o início do funcionamento dos leitos. Mas estaremos fazendo tudo o mais rápido possível. É muito importante esclarecer que não basta apenas ter os equipamentos, o funcionamento depende dessas outras etapas”, explicou Marin.

FILA DE ESPERA
Atualmente, a ala Covid do HUST possui 10 leitos de UTI. Com a ampliação passará a ter 15, 50% a mais, mesmo número de leitos da Enfermaria. A taxa de ocupação da UTI está em 100% e a da enfermaria tem oscilado entre 90% e 100% de ocupação.

Até à tarde desta sexta-feira, havia 12 pacientes na fila de espera por um lugar na UTI. Um paciente de Água Doce que estava internado no hospital, faleceu. Outros três tiveram alta. Desde o início da pandemia, 133 moradores da região vieram a óbito no Hust.

“Importante reforçar para a população que mantenha os cuidados, pois o aumento dos leitos não resolve o problema da pandemia. O hospital é procurado quando o quadro dos pacientes é mais grave e é isso que precisamos evitar”, concluiu Marin.