HUST será contemplado com quatro leitos de UTI Adulto

Pacientes isolados são monitorados em tempo real

Santa Catarina habilitou 233 leitos de retaguarda para internações clínicas não relacionadas à Covid-19, e outros 112 leitos de UTI Adulto e Pediátrico para casos de coronavírus. Estes leitos são 100% regulados pela Secretaria de Estado da Saúde.

Os recursos são provenientes do Ministério da Saúde, no Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde – Grupo Coronavírus (COVID-19), e serão disponibilizados ao Estado e Municípios, em parcelas únicas, respectivamente, nos montantes de R$ 4.194.000,00 e R$ 16.128.000,00.

A Portaria do MS nº 1669, de 02/07/2020, autoriza, temporariamente, a utilização de 233 leitos de Hospitais de Pequeno Porte (HPP) para cuidados prolongados como retaguarda para os hospitais que são referência para Covid-19. Os hospitais contemplados são:
– Hospital Rogacionista Evangélico (Abelardo Luz)
– Hospital Nossa Senhora da Conceição (Angelina)
– Hospital Frei Rogério (Anita Garibaldi)
– Hospital Santo Antônio (Armazém)
– Hospital Dom Bosco Rio dos Cedros (Rio dos Cedros)
– Hospital e Maternidade Dona Lisette (Taió).

Já a Portaria Ministerial nº 1.693, de 03/07/2020, habilita novos leitos em Unidades de Terapia Intensiva – UTI Adulto e Pediátrico Tipo II – para pacientes com Covid-19. As unidades são:
– Hospital Municipal São José (Joinville)
– Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen (Itajaí)
– Hospital Infantil Pequeno Anjo (Itajaí)
– Hospital Azambuja (Brusque)
– Hospital Regional Terezinha Gaio Basso (São Miguel do Oeste)
– Hospital e Maternidade Oase (Timbó)
– Hospital Universitário Santa Terezinha (Joaçaba)
– Hospital Regional do Oeste (Chapecó)
– Hospital Nereu Ramos (Florianópolis)
– Hospital e Maternidade Tereza Ramos (Lages)
– Hospital Regional São Paulo (Xanxerê)
– Hospital Nossa Senhora da Conceição (Tubarão).

As determinações valem por 90 dias, podendo ser encerradas a qualquer tempo, caso seja finalizada a situação de emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus, ou prorrogadas, se necessário.

Confira abaixo como estão distribuídos os 233 leitos de retaguarda.

(Fonte Secom)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *