Economizômetro marca mais de 10 milhões em economia

Uma economia superior a 10 milhões no primeiro semestre de 2020. Essa é a marca do Economizômetro, indicador de economia do Consórcio Interfederativo Santa Catarina. A marca foi atingida no mês de junho e reflete o dinheiro público poupado por meio das Licitações Compartilhadas desenvolvida pelo Cincatarina.

Lançado em 2019, o Economizômetro é um indicador disponível no site do Cincatarina, que apresenta volumes anuais de contratações, valores contratados e economia. O indicador, que fechou 2019 com mais de 82 milhões contratados, inicia o segundo semestre de 2020, e já conta com mais 60 milhões contratados.

A proposta do Economizômetro é contabilizar a economia gerada por meio das licitações compartilhadas, uma solução disponível a todos os municípios catarinenses e demonstrar a eficiência “A prerrogativa de todas as gestões municipais é a eficiência e a economia, e esse indicador trabalha nesse sentido, demonstrando que é possível fazer muito, com pouco” destacou Milena A. Lopes, presidente do Cincatarina.

O indicador está disponível no site do consórcio no www.cincatarina.sc.gov.br. No local é possível constatar, com índices atualizados automaticamente, todo o volume de contratação realizado no programa de licitações compartilhadas, bem como, o índice de economia gerada naquela contratação.

O diretor executivo, Elói Ronnau explica a sistemática. Segundo ele, o Consórcio realiza e já possui registro de preços de mais de 4 mil itens, ou seja, as prefeituras consorciadas que desejam comprar algum dos itens, já contam com a licitação concluída e podem efetuar o pedido. Contratando, o volume é somado no economizômetro, indicando o valor investido e a economia proporcionada no processo.

“Neste ano, devido a um novo entendimento do Tribunal de Contas, além dos municípios consorciados, todos os demais podem usufruir das vantagens obtidas nos processos licitatórios do Cincatarina, nos quais, está especificado a possibilidade de carona. É mais uma forma de expandir a boa atuação do Consórcio e garantir economia do dinheiro público, possibilitando com isso, que os recursos poupados, possam ser investidos em outras áreas importantes ao cidadão catarinense” destacou.

(Fonte Assessoria de Imprensa)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *