Coluna Pelo Estado – CPI quer desvirtuar assunto

O empresário e atual Secretário da Casa Civil, Amandio João da Silva Junior, se manifestou sobre informações divulgadas na CPI dos Respiradores. Na última terça-feira, 23, durante o depoimento do empresário Samuel Rodovalho, o deputado Ivan Naatz (PL) exibiu uma foto em que Amandio supostamente se reúne com empresários envolvidos na venda dos 200 respiradores, o que motivou pedido para que o secretário compareça na comissão. O assessor da Casa Civil, Sandro Yuri Pinheiro, que também aparece na conversa online, também se manifestou.

Segundo Amandio, a foto que faz referência a ele trata-se de uma reunião virtual para apresentação de um projeto de drive thru para testes da covid-19 em Florianópolis. “Um negócio privado, transparente e que acabou não acontecendo. Infelizmente a CPI busca, mais uma vez, desvirtuar os fatos”, diz. A imagem, ainda segundo ele, seria de 22 de abril, quando ainda não fazia parte do governo.

O assessor da Casa Civil, Sandro Yuri Pinheiro, que também aparece na imagem, reforçou que, naquela data, não era mais servidor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Sustentável. Pinheiro também disse que o projeto tratado na reunião dizia respeito a um negócio privado, sem qualquer relação com o setor público.

Amandio João da Silva Junior assumiu suas novas funções no governo no dia 11 de maio, depois que Douglas Borba deixou o cargo.

Foto Aires Mariga

Arroz
Com preços, produtividade e exportações em alta, a cadeia produtiva do arroz em Santa Catarina comemora um bom momento, impulsionado pelo aumento da demanda. Com as últimas colheitas realizadas até o início de junho, os preços seguem estáveis, contrariando as expectativas dos analistas, que diante da maior oferta do produto no mercado, esperavam queda nos valores.
Na primeira quinzena de junho os produtores catarinenses de arroz receberam em média R$ 55,96 pela saca de 60kg. No ano passado, nesta mesma época, o valor estava em R$ 45,84, já corrigida a inflação do período. Em termos absolutos foi uma alta de 22%.

Repasses da União
A ajuda do governo federal aos estados para enfrentar a pandemia de coronavírus pode chegar a R$ 107,1 bilhões. O dinheiro é suficiente para compensar a perda de arrecadação projetada para a maioria dos governos estaduais, mas não para Santa Catarina. Em um dos cenários, até dezembro, levando em conta a diferença entre a ajuda e a perda de cada estado – considerando um percentual de redução de receita igual para todos – o estado ficaria no vermelho.

Blumenau
O prefeito Mário HIldebrand (Podemos) promete comprar uma briga com a Defensoria Pública. Hoje (sexta) ele publica decreto que restringe idosos no transporte coletivo. A defensoria vê a medida como discriminatória porque não prevê vedação a pessoas de outros grupos de riscos. Na semana passada a Justiça deu liminar favorável à Defensoria, o prefeito disse que vai recorrer e vai publicar o decreto.

46 leitos
Ministério da Saúde habilitou mais 46 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atendimento de pacientes de Covid-19. As habilitações atendem quatro unidades hospitalares pelo período de 90 dias. As unidades ficam em Balneário Camboriú, Chapecó, Criciúma e Florianópolis.  Com isso, será repassado um total de R$ 6,624 milhões para essas unidades
hospitalares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *