Coluna Pelo Estado – Dois pesos

Foto Rodolfo Espíndola

A decisão do juiz Elleston Lissandro Canali, da Vara Criminal da Região Metropolitana de Florianópolis, que concedeu transferência de três investigados na Operação Oxigênio da Penitenciária de Florianópolis para alojamentos no Centro de Ensino da PM, também na Capital, é uma decisão que destoa.

O ex-secretário da Casa Civil, Douglas Borba, e os advogados Leandro Barros e Cesar Augustus Thomaz foram transferidos no sábado e segundo a decisão judicial, os três têm prerrogativa de ficarem detidos em salas especiais porque são advogados

Um levantamento do portal JusCatarina mostra, no entanto, que em casos semelhantes a Justiça catarinense negou a transferência de advogados para celas especiais. Foi o que ocorreu com  uma advogada presa preventivamente no Sul do Estado sob acusação de suposta prática de crimes de estelionato, contra a ordem tributária, apropriação indébita, supressão de documentos e coação no curso do processo.

Em outra situação, que envolve o ex-secretário adjunto de Administração do Estado, Nelson Castello Branco Nappi Júnior, também advogado preso preventivamente na Operação Alcatraz, teve pedidos semelhantes negados pela Justiça catarinense. O pedido também foi negado no STJ e só foi concedido depois que o preso contratou o ex-presidente do STF, Sepúlveda Pertence, que conseguiu também na Suprema côrte o benefício.

Foto Ricardo Wolffenbuttel/Secom

Tornado. O governador Carlos Moisés (PSL) vistoriou as cidades de Descanso e Belmonte, no Extremo Oeste catarinense, na sexta-feira, 12, após registro de um tornado na região. O radar meteorológico localizado em Chapecó sinalizou a tempestade severa de nível máximo, por volta das 15h48 de quarta-feira (10). A sinalização ocorreu cerca de duas horas antes da passagem do tornado que atingiu municípios no Extremo-Oeste.

Respiradores. O Estado de Santa Catarina recebeu na tarde desta segunda-feira, 15, um novo lote com mais 120 respiradores pulmonares adquiridos junto à empresa WEG, de Jaraguá do Sul.

Briga por recursos. O senador Esperidião Amin (PP) encaminhou um requerimento à comissão mista que acompanha as ações do governo de enfrentamento à covid-19, solicitando a audiência pública para tratar da dificuldade sistemática e continuada de acesso ao crédito por parte das micros e pequenas empresas e dos empreendedores individuais. Praticamente, todas as semanas, nas reuniões da comissão mista, Amin critica os relatórios do BACEN, BB, CEF, BNDES e Tesouro, que evidenciam: muito dinheiro anunciado, disponível e empoçado.

Agenda positiva. Com uma previsão de 12% de queda na arrecadação no ano, o governo do Estado fala em “agenda positiva” para fazer frente às novas despesas e ajudar na recuperação da economia.

Túnel de desinfecção. *A médica infectologista catarinense Carolina Cipriani Ponzi alerta que os chamados túneis de desinfecção não têm eficácia comprovada e que se apoiar nesse dispositivo para afrouxar as regras de isolamento, principalmente nos setores de entretenimento, é temerário.  No dia 13 de maio, a Anvisa publicou nota técnica alertando que não há evidências dessas estruturas no combate à covid-19.

Dia dos Namorados. Pesquisa da Federação das Câmaras de Dirigentes e Lojistas de SC, nas 20 cidades de maior potencial econômico, apontou cenário otimista nas vendas do Dia dos Namorados. O levantamento aponta que 58% acreditaram que as vendas estavam semelhantes ou melhores 2019. Outros 27,2% dos lojistas preveem resultados negativos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *