Zefa fará live em prol do Bocado do Pobre de Joaçaba

Foto Divulgação/Unoesc

Nesta quarta-feira (10), às 20h, direto do auditório Afonso Dresch da Unoesc, acontecerá a “Live da Zefa”. A transmissão acontecerá simultaneamente pelo canal “Coisas da Zefa” no YouTube e por sua página no Facebook. A gravação será realizada pelo curso de Publicidade e Propaganda. Durante duas horas haverá diversão com a irreverência da Zefa, personagem interpretada pela atriz Caroline Brunoni e muita animação com o Musical G3.

Estarão presentes, trazendo mais alegria à Live, o Pároco da Paróquia São José de Joaçaba, Padre Ricardo Ayala, a escritora e contadora de histórias Rita Baratieri, o representante da língua Talian, Leocir Bussacro, o radialista Odinei Gonçalves, e mais os personagens cômicos: Padre Romero, Tarcia e Marilda Gabriela, além de outras personalidades de Água Doce, que compartilharão memórias culturais do município. Haverá, ainda, sorteio de brindes entre os internautas que interagirem durante a transmissão. Todos os participantes seguirão as normas de cuidados exigidas pelo Ministério da Saúde.

O objetivo da Live é arrecadar recursos para colaborar com as pessoas que recebem assistência da Associação Bocado do Pobre, instituição que atende aproximadamente 70 famílias em situação de vulnerabilidade nos municípios de Joaçaba e Herval d’Oeste. As doações – a partir de R$ 10,00 – podem ser realizadas através do sharity ou ainda pelo site vakinha. Todo o lucro obtido será destinado à entidade.

SOBRE O BOCADO DO POBRE

É uma associação formada por voluntários, profissionais solidários que dão assistência aos mais necessitados. A entidade tem mais de 20 anos de trabalho junto à comunidade e está situada junto ao Seminário dos Religiosos Missionários Servos dos Pobres, no bairro Flor da Serra, em Joaçaba.

São atendidas aproximadamente 70 famílias em situação de vulnerabilidade social. Mensalmente são doadas cestas básicas, roupas, remédios entre outras coisas. Essas famílias, em sua maioria, residem em Joaçaba, mas também são atendidas pessoas de Herval d’Oeste. Outros grupos sociais atendidos são imigrantes haitianos e venezuelanos e populações indígenas.

Neste momento de pandemia, diminuíram as doações e aumentaram os pedidos de alimentos. O Bocado do Pobre está aberto para doações todas as quintas-feiras à tarde, das 13h15 às 16h30. São bem-vindos alimentos não perecíveis, como trigo, leite, açúcar, macarrão, café, fubá, sal, arroz, feijão, bolacha, entre e outros. Também se recebe doações de produtos de higiene pessoal, como escova dental, creme dental, sabonetes, shampoos e produtos de limpeza.

(Fonte Odinei Gonçalves)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *