Diocese de Joaçaba emite orientações para Celebração de Corpus Christi

Foto Eliseu Peruzzo Júnior

Em virtude do isolamento social preconizado pela Diocese de Joaçaba para a preservação da vida em virtude da pandemia de Coronavírus, a Celebração de Corpus Christi neste ano será diferente em relação a momentos anteriores.

Em uma live transmitida pelo Facebook na noite da terça-feira (26), o bispo diocesano Dom Frei Mário Marquez e o coordenador diocesano de pastoral padre Tiago William Souza foram transmitidas algumas importantes orientações para a Celebração que acontecerá no dia 11 de junho (Quinta-feira).

Orientações Gerais:

As Missas sejam celebradas em cada paróquia no período da manhã, sem a presença de público, cumprindo as normas sanitárias, de acordo com cada realidade, sejam transmitidas pelos meios de comunicação e mídias sociais.

As procissões públicas não serão possíveis, assim cada paróquia organize dentro da Igreja uma pequena procissão e, ao final no átrio (porta) central, se profira a Benção Solene do Santíssimo Sacramento, enquanto isso, os sinos são tocados.

Durante o dia, cada paróquia, organiza juntamente com suas comunidades, momentos de Adoração Eucarística, ou seja, o Santíssimo ficará exposto sobre o altar para que as pessoas individualmente, e sem aglomeração, possam realizar sua adoração.

É importante definir horários e organizar com a ajuda dos ministros extraordinários da Eucaristia o digno cuidado e zelo pelo Santíssimo.

Nos bairros e nas comunidades os párocos e administradores paroquiais, orientem os ministros extraordinários da Eucaristia a expor o cibório com Hóstias Consagradas sobre o altar, determinando o tempo em que ele ficará exposto para adoração dos fiéis.

Eucaristia é também um gesto concreto de partilha, por isso, recomendamos que cada fiel ao fazer sua adoração seja motivado a um gesto de solidariedade, levando ao local de adoração uma doação em prol das pessoas mais necessitadas. Exemplo: alimentos não perecíveis, agasalhos, cobertores etc.

Ao final da campanha cada paróquia dinamiza a forma como as doações cheguem às pessoas mais fragilizadas.

Fonte Pascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *