Prefeitura reduz 50% dos recursos destinados à Scajho

Foto Divulgação

O presidente Sérgio Eliziário Fabrin de Carli assume seu segundo mandato com uma informação preocupante: devido às restrições econômicas oriundas do Covid-19, a Prefeitura de Joaçaba não poderá repassar os recursos esperados pela Scajho neste ano de 2020, o que inviabilizaria a manutenção das oficinas de arte. O presidente conversou demoradamente com Jorge Dresch, secretário de Administração, sendo então definido que o Teatro receberá apenas a metade do valor previsto.

Diante disso, a entidade precisou rever a situação financeira, sendo informado aos professores essas dificuldades. Convém esclarecer que as aulas estão sendo ministradas de maneira virtual, online, e as oficinas acontecem de forma não-presencial.

O ex-presidente Ivo Dallanora lembrou que é um privilégio para a entidade receber a verba da prefeitura, mesmo reduzida, pois o Poder Executivo reconhece o relevante serviço social e cultural que são realizados.

Luiz Neri Karloh parabenizou De Carli por sua visão e desprendimento para encontrar maneiras de manter os funcionários e professores, pois existem aproximadamente 500 alunos nas diversas oficinas ministradas.

O teatro deverá fazer uma campanha de doação de roupas e alimentos junto aos alunos e população em geral, podendo o material arrecadado ser entregue na secretaria, para destinação. Luiz Fernando Spessato, vice-presidente, aventou a possibilidade de uma campanha para arrecadar recursos para os artistas locais que se encontram em dificuldades, devido à paralisação de todas as atividades de cultura e lazer.

Antonio Carlos Pereira, diretor de Promoção e Eventos, comenta que a paralisação está afetando a todos e a falta de espetáculos será compensada quando as coisas voltarem ao normal. “Por ora, os esforços estão concentrados no material colecionado pela professora Leda Kerber, para o lançamento de um livro que contará essa maravilhosa história cultural que engrandece Joaçaba”.

Sérgio de Carli faz um agradecimento: “Em nome da Scajho, nossa eterna gratidão aos nossos queridos professores, que estarão lá quando as oficinas voltarem a funcionar, dedicando seu trabalho em nome da nossa cultura. E aos nossos funcionários, que voluntariamente estão entendendo a situação presente que atravessa a Scajho. Estas atitudes nos permitirão manter o Teatro funcionando, e quando tudo for liberado nossas oficinas estarão em atividade, como uma mola geradora de boas ações, para elevar o astral do povo Joaçabense e da região. Confiantes, superaremos!”

A eleição e posse da diretoria da Scajho para o Biênio 2020 a 2022 foram realizadas na Assembleia Geral no dia 17 de março. A entidade é responsável pelo funcionamento do Teatro Alfredo Sigwalt.

Foto Divulgação

DIRETORIA EXECUTIVA

PRESIDENTE: Sérgio Eliziário Fabrin de Carli.

1° VICE-PRESIDENTE: Luiz Fernando Spessatto.

1° SECRETÁRIO: Luciana Reese Pereira Tesser.

2° SECRETÁRIO: Yuri Reis Godoy.

1° TESOUREIRO: Luiz Neri Karloh.

2° TESOUREIRO: Reni Cavalli.

CONSELHO FISCAL: Anna Lindner von Pichler, Ivo Dallanora, Wilson Antonio Ceconello.

SUPLENTES: Acióli Antônio Viecelli, Dom Frei Mario Marquez, Valdir Patzlaff.

 

DIRETORIAS DE ÁREAS

DIRETORIA DE PROMOÇÃO E EVENTOS: COORDENADOR: Antonio Carlos Pereira

MEMBROS: Dorly Malfatti, Marcelo Brollo

DIRETORIA SOCIAL: COORDENADORA: Claudete de Deus e Silva de Godoi

MEMBROS: Jessica Motta, Mauro Sérgio Batista, Vitor Antonio Dettoni

DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO:  COORDENADOR: Admar Benito Mena Barreto

MEMBROS: Alessandra Zilio, Eduardo Freiberger, Jorge Ronaldo Pohl

DIRETORIA DE PATRIMÔNIO:

COORDENADOR: Jonas Antonio Molin

MEMBROS: Jaison Strapassola, Marco Aurelio Bissani

DIRETORIA JURÍDICA: Neiron Luiz de Carvalho e Ricardo José Nodari

DIRETORIA LITERÁRIA: Ana Beatriz Brancher, Rôse Maria Makowski e Jaime Teles

DIRETORIA DE DEPARTAMENTOS:

COORDENADOR GERAL: Luiz Fernando Spessatto

DIRETORA DE MÚSICA: Ruth Kratochvil

DIRETORA DE CANTO: Leda Silva Kerber

DIRETORA DE TEATRO: Maria Odete Bilibio de Campos

DIRETORA DE DANÇA: Marilena Zanoello Detoni

DIRETOR DE CINEMA: Vilmar Miguel Sartori

ORADORES: Jaime Teles e Antonio Carlos Pereira