Mircon Becker comenta sobre a importância de investir em negócios locais

Foto Divulgação

Recentemente, a Acioc lançou a campanha “Juntos pela nossa região” com o objetivo de inspirar valorização dos negócios locais e, paralelo a isso, Mircon Becker, presidente do Conselho Deliberativo da Associação, escreveu uma importante reflexão sobre a importância de investir em negócios locais. Confira abaixo:

“Prioridade na compra e consumo do próximo, de perto, da minha cidade e região.

Decisão e ação que pertence a mim, a você, para nossas famílias, nossa comunidade, cidade, região, país e humanidade.

Comprar e consumir o que está e é de perto, ajuda imediatamente o próximo e permite que a saúde e a renda deste perpetue e, este fazendo o mesmo, segue a cadeia e fortalece os elos da corrente que estavam para quebrar e agora passam a se multiplicar.

Para exemplificar este entendimento, reflito e discorro como uma decisão de compra percorre e impacta diária e diretamente a vida cotidiana e os vários setores da economia, demonstrando que os recursos financeiros precisam circular.

Maria entra na loja de presentes para comprar a bicicleta que seu filho Paulo tanto deseja e sonha, para fazer uma surpresa para ele que está em casa estudando. João, o vendedor negocia com ela e busca alternativas, conversa com o gerente e consegue fechar a venda no valor de R$ 1.000,00 atendendo as expectativas e possibilidades da cliente, que consegue pagar à vista.

Ana, a gerente recebe este dinheiro e antecipa o pagamento de parte do prêmio do mês aos seus 10 colaboradores da loja. Cada um com seus R$ 100,00 usa e paga naquele mesmo dia seus compromissos com 10 diferentes negócios da cidade e região;  a Loja de departamentos, o Mercado do bairro, a Farmácia da rua, a Padaria da esquina de casa, o Restaurante da pizza apetitosa, a Oficina mecânica do primo, a Marcenaria do vizinho que reformou a mesa da sala, a Fábrica de cadeiras de balanço da vovó, a Professora de reforço de matemática da filha, o compadre Contador que ajudou na organização do orçamento familiar. Estes negócios contemplam: autônomos, MEIs, micro, pequenas, médias e grandes empresas que usam os R$ 100,00 recebidos para comprar produtos e serviços e/ou pagar seus compromissos com tantas empresas dos mais variados setores como: os insumos e produtos dos agricultores, do agronegócio, de indústrias (locais, regionais, nacionais e internacionais), de distribuidoras de produtos, de prestadores de inúmeros serviços, transportadores e toda a sua cadeia direta e indireta, materiais de construção, nas aplicações em mídias, comunicação e promoção dos produtos, e em muitos outros mais que você percebe lendo este relato.

Também, e não menos essenciais, uma fração deste dinheiro contribuirá para recolher e pagar os impostos e taxas que os governos necessitam para manter suas obrigações básicas com saúde, educação, segurança e infraestrutura pública e, a parte em que cada negócio precisa destinar para investimentos com máquinas, equipamentos, veículos, na ampliação de empreendimentos e, sobretudo, para cumprir com suas obrigações com os colaboradores envolvidos em cada empreendimentos que utilizarão seus ganhos para continuarem comprando o que necessitam e desejam,  seguindo assim o fluxo dos negócios e da vida social equilibrada, fazendo o dinheiro girar e permanecer em grande parte na sua cidade e região.

Essa história narrada, seus nomes, dados e valores são ilustrativos, mas demonstram a realidade e impactos efetivos na sociedade, confirmando a importância e seus efeitos imediatos que uma compra faz e representa na manutenção e crescimento dos negócios existentes e instalados numa região e na criação de novos, envolvendo e fortalecendo todas as partes interessadas para uma empresa de qualquer porte, que são os clientes, colaboradores, fornecedores, comunidades de entorno, governos e os sócios empreendedores.

Acreditando na superação desta crise global de saúde e da econômica, proponho e convido-o a cooperar e preferir comprar do mais próximo, de perto, na e da nossa cidade, da nossa região, do nosso país.

Com confiança em nós, na nossa cidade e região, no Brasil, faremos juntos nosso presente e futuro muito melhores e mais felizes.

Grande abraço,

Mircon Roberto Becker
Presidente do Conselho Deliberativo da Acioc”