Poder Legislativo solicita flexibilidade para setores comerciais

Foto Divulgação

Herval d’ Oeste – Na sessão desta segunda-feira (13), via audioconferência, no momento destinado a presidência, o vereador Sérgio Moacir do Nascimento, Serginho, (PP), informou que encaminhará, em nome do Poder Legislativo e buscará o apoio do Poder Executivo Municipal, um documento destinado ao governador do Estado, Carlos Moisés, para que o mesmo flexibilize as medidas do decreto, em função a pandemia do coronavírus, para que mais estabelecimentos, com as devidas medidas de prevenção, possam voltar as suas atividades. Vereadores apoiam iniciativa, pois também consideram que a economia de Herval d´Oeste está estagnada.

Ele afirma que “Precisamos unir forças, nos adequando, o governo está tentando errar o mínimo possível, mas não pode cruzar os braços em relação à economia, a nossa região Meio-Oeste, não tem casos confirmados de morte pelo coronavírus, não achamos justo que o governador adote aqui as mesmas medidas aonde a pandemia já causou muitas mortes. Serginho indaga “ficar com nossas empresas fechadas, por quê? Se bancos, lotéricas e comércio abriram suas portas, e em muitos casos com aglomeração de pessoas, é necessária uma avaliação desta atitude mais profunda, que nossos governantes revejam esta situação, pois nossos empresários não vão suportar, temos que pagar impostos, contas, aluguéis”.

O presidente do legislativo informou que este documento, além de ser enviado ao governador também será encaminhado a outras esferas de poder (Bancada Catarinense junto a Câmara dos Deputados e Senado Federal) colocando a situação da região, para que se tente errar o mínimo possível e não penalizar a este ponto quem gera emprego e renda.