Centro de Inovação de Videira produz máscara para equipes de saúde da região

A iniciativa que faz parte do Programa Cidade Empreendedora, por meio do Projeto “Juventude Maker”, que foi antecipado em função da pandemia do Coronavirus.

Foto Divulgação

Com o objetivo de contribuir com as ações de combate à proliferação da Covid-19, o Centro de Inovação Videira iniciou nesta semana uma parceria com o projeto “Imprimindo Ajuda”, que consiste na produção de máscaras faciais de proteção utilizando uma impressora 3D. O equipamento utilizado faz parte do projeto “Juventude Maker”, do Programa Cidade Empreendedora, desenvolvido pelo Sebrae/SC no município. O material produzido será entregue às equipes de saúde que atuam em Videira e região e que estão na linha de frente no combate à pandemia.

A iniciativa foi do videirense Paulo Trentin e contou com o apoio do Centro de Inovação e de mais cerca de 20 pessoas. Em pouco tempo, o projeto ganhou o apoio de diversos parceiros, que cederam os materiais para confecção das máscaras, além da experiência e do conhecimento técnico para produção do material. “Essa é uma ação que visa amenizar a situação e que vivemos, ajudando a salvar vidas”, salienta Paulo.

Foto Divulgação

De acordo com o gestor do Centro de Inovação, Leandro Hupalo, o poder do engajamento, aliado à ciência, à tecnologia e à inovação, pode gerar resultados fantásticos. “Quando as ações rompem barreiras e atendem a comunidade em geral, por meio do engajamento, percebemos a importância do conhecimento para a sociedade. Mesmo com atendimento ao público restrito neste momento de precaução em relação à Covid-19, o Centro de Inovação Videira não para, atuado como parceiro desta iniciativa”, completa.

O Diretor de Desenvolvimento Econômico e Coordenador do Programa Cidade Empreendedora de Videira, Vitor Beal Partyka, comenta que o projeto é muito mais que um produto, ele é um fortalecimento do ecossistema e com certeza em um momento de disrupção da cultura local e regional frente à inovação. “Nós podemos mais se nos permitirmos fazer mais”, comenta.

Vitor informa ainda que o “Juventude Marker” não iniciou oficialmente as suas atividades, o que deverá ocorrer quando a pandemia passar. “Como tínhamos parte da equipe, trouxemos os equipamentos e passamos a produzir as marcaras faciais. O material produzido será entregue às equipes de saúde que atuam em Videira e região e que estão na linha de frente no combate à pandemia”, finaliza.

A gerente Regional do Sebrae/SC no Meio Oeste, Sueli Bernardi, destaca que no momento temos que unir forças e auxiliar no combate ao coronavírus. “Esse equipamento faz parte de um kit tecnológico que estará no laboratório do Centro de inovação. Uma ação do Cidade Empreendedora de Videira”, afirma.

Fotos e colaboração no texto Ascom/Videira