RealizAção: O Processo da Autossabotagem, por Isabela Mitterer

Considere o seguinte panorama: está tudo indo muito bem na sua vida, você está realizando seus planos, seguindo com seus objetivos. E, de repente, tudo parece estar errado, você não encontra tanta satisfação quanto antes e tem vontade de desistir de tudo o que estava lhe fazendo bem. Será que você está se sabotando?
A autossabotagem é o mecanismo por meio do qual criamos obstáculos, limites e empecilhos quando estamos realizando tarefas ou objetivos. Podemos fazer isso de maneira consciente ou inconsciente. Algumas pessoas o denominam “medo de ser feliz” ou “medo do sucesso”. Esse mecanismo é extremamente comum e nem sempre é fácil de identifica-lo. Ela está ligada ao medo das mudanças e dos riscos e responsabilidades que elas implicam.
Sintomas de autossabotagem incluem ansiedade, insatisfação com os resultados alcançados, mudanças constantes de ideias sobre os caminhos e objetivos a seguir, perfeccionismo exacerbado, desistências, procrastinação, gastos de dinheiro com supérfluos, impulsividade e em casos extremos, depressão. Ela pode se manifestar de variadas formas.
Geralmente, por trás da autossabotagem, existem crenças limitantes e pensamentos distorcidos sobre nós, sobre sucesso, sobre dinheiro, sobre os processos que desenvolvemos, sobre o nosso futuro… essas crenças e pensamentos atuam, na maior parte das vezes, de maneira inconsciente. Se não os trouxermos à consciência e os trabalharmos, é possível que façamos ciclos de comportamentos e pensamentos destrutivos sem perceber, afetando nossa autoestima, nível de segurança e de RealizAção. Proferimos profecias autorrealizadoras para nós mesmos e nos comportamos para comprovar essas profecias.
Para não se boicotar, procure conhecer a fundo suas inseguranças e medos, determine seus objetivos e um caminho de ação para eles, se possível escreva-os no papel, cobre-se menos e desfrute mais das suas pequenas e grandes conquistas. Procure pensar no que te incomoda, quando e se incomodar, para descobrir de onde vem o desconforto… e aja sobre ele, procure ajuda se precisar…
E não hesite em mudar de planos caso os seus planos não estejam dando certo. Apenas fique atento se as mudanças de planos forem constantes e prejudicarem teu resultado final… afinal, (bem) feito é melhor do que perfeito!

ISABELA MITTERER BERKEMBROCK
Psicóloga CRP 12/10872
Life Coach
Mestra em Educação
Especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho
Idealizadora do Programa RealizAção
E-mail: isamitterer@hotmail.com
Telefone: (49) 98437-9064

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *