Briga entre artista e empresário tira MC Fioti do Carnablocos de Herval d’Oeste

 Desde janeiro, Fiot já tinha avisado que não viria, mas a Agência Ciclone, que cuidava da carreira dele, confirmou sua presença assim mesmo, para se apresentar no sábado, segunda noite do evento. Organização disse que pagou, apresentou comprovante de depósito e responsabilizou a Ciclone pelo problema. Caso vai parar na Justiça.

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

A programação do Carnablocos, realizado na Praça Olímpio da Rocha, em Herval d’Oeste, divulgava três atrações para noite de sábado, dia 2 de março: Mc Fioti, Jesus Luz e Lunara Vaz. Mas apenas os dois últimos se apresentaram.  MC Fioti, primeiro brasileiro a ultrapassar a marca de um bilhão de visualizações no youtube, não apareceu. Uma briga na justiça entre ele e a Agência Ciclone, que gerenciava sua carreira, foi o motivo alegado pelo artista, que teria avisado aos seus empresários, em janeiro, que não participaria do Carnablocos de Herval d’Oeste.

De acordo com Rodrigo Garcia, um dos organizadores do Carnablocos e presidente da Associação de Profissionais de Carnaval do Oeste Catarinense (Aprococ), o que houve foi um mal entendido provocado pela agência, que alegava gerenciar o artista. “Temos os contratos, comprovante de depósito…  o que aconteceu foi que não foi cumprida a parte do artista.” Segundo Garcia, a Aprococ vai à Justiça contra a Ciclone e MC Fioti, por quebra de contrato.

A organização do Carnablocos afirma só ter tomado  conhecimento da batalha judicial entre o artista e seus empresários na tarde de sábado, 2 de março. Em nota emitida pela Aprococ, a organização do evento alega que a Agência Ciclone, “mesmo sabendo da recusa do artista, desde janeiro de 2019, insistiu na venda, na manutenção e realização do show.” “São fatos que fogem ao nosso controle”, justifica-se a Aprococ. Segundo a Associação, a Agência Ciclone agiu de má fé, já que “era de pleno conhecimento” dela que o show não ocorreria.

O OUTRO LADO
A reportagem do Raízes Diário entrou em contato com o empresário Aragão Araújo, da RW Produtora, de São Paulo, que cuida da agenda de MC Fioti. Mas, até o fechamento desta edição, não houve resposta. Os telefones da Ciclone Filmes, que fez, até 2018, os videoclipes do artista, também não atenderam às nossas ligações. O RD não conseguiu manter conato com a Agência Ciclone, que teria negociado a participação do artista no Carnablocos de Herval d’Oeste.

VEJA A ÍNTEGRA DA NOTA EMITIDA PELA APROCOC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *