Palmeiras pode ser rebaixado por causa de Del Nero

Mesmo depois de a entidade determinar banimento do dirigente, clube mantém cartola no Conselho Deliberativo


Ao manter o ex-presidente da CBF Marco Polo Del Nero como integrante do seu Conselho Deliberativo mesmo depois de a Fifa determinar o banimento do ex-cartola de forma definitiva de qualquer atividade relacionada ao futebol, o Palmeiras corre risco de ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. A queda à Segunda Divisão está entre as penas previstas pela entidade máxima do futebol a quem não cumprir as suas punições.

No mesmo dia em que a Fifa anunciou a punição ao brasileiro, a CBF acatou a decisão e emitiu um comunicado no qual confirmou o então vice-presidente Antônio Carlos Nunes de Lima como presidente da entidade, em substituição a Del Nero. O Palmeiras, no entanto, não tomou nenhuma atitude em relação ao ex-cartola e, por isso, pode ser punido pela Fifa.

Questionada sobre a permanência de Del Nero no Conselho Deliberativo do Palmeiras, a Fifa informou por meio de porta-voz que o clube está sujeito às sanções previstas no artigo 64 do seu Código Disciplinar, atualizado em 2017 após o escândalo de corrupção que desencadeou na prisão de vários dirigentes, entre eles José Maria Marin, ex-presidente da CBF e aliado de Del Nero.

De acordo com o regulamento da Fifa, o clube que não respeitar decisão aprovada por seus órgãos internos “será avisado e notificado que, no caso de inadimplência ou não cumprimento de uma decisão dentro do prazo estipulado, pontos serão deduzidos ou será ordenado o rebaixamento para uma divisão inferior”. O clube também pode ser proibido de fazer transferências de jogadores.

O presidente do Conselho Deliberativo do Palmeiras, Seraphim Del Grande, disse que, depois da punição aplicada pela Fifa, Del Nero se afastou do clube. “Ele nos entregou um pedido de licença. Enquanto o caso com a Fifa ainda estiver com a possibilidade de recursos, iremos aguardar”, afirmou.

Em abril do ano passado, logo depois do banimento imposto pela Fifa, um grupo de 18 conselheiros protocolou no Conselho Deliberativo um pedido para Del Nero ser expulso do órgão. Apesar dessa movimentação, a postura da cúpula alviverde é de cautela e paciência com o caso. O Palmeiras avaliou a situação e considera estar seguro contra qualquer punição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *