Multas de trânsito poderão ser parceladas no cartão de crédito

De acordo com a resolução do Contran – Conselho Nacional de Trânsito – os motoristas poderão pagar suas multas de trânsito usando cartão de crédito e débito. É permitido até o parcelamento do valor, mas o motorista deve ficar ciente que haverá cobrança de juros efetuada pela instituição financeira, da mesma forma que acontece quando você efetua uma compra a prazo, mas que não é parcelada pela loja.
A resolução do Contran já está em vigor, mas é preciso que cada órgão de trânsito indique as operadoras de cartões que oferecerão o serviço. Lembrando que isso não é obrigatório, ou seja, alguns locais podem oferecer e outros não.
Cada órgão de trânsito deverá escolher instituições financeiras que irão oferecer a possibilidade de pagamento com o cartão e também o parcelamento. O parcelamento acontecerá diretamente pela operadora do cartão e o proprietário do veículo, por isso o órgão de trânsito receberá o valor à vista e a regularização do veículo acontecerá imediatamente.
Vale ressaltar que antes da resolução, o pagamento com cartões de débito e crédito só era aconselhável em multas aplicadas em veículos registrados no exterior. Além disso, o parcelamento já era oferecido por muitas prefeituras através de documentos de arrecadação, com o intuito de regularizar o veículo ou facilitar o licenciamento.
Como a resolução foi divulgada muito recentemente, pode haver uma demora para que tudo comece a funcionar na prática. Espera-se que até o próximo ano os órgãos de trânsito já tenham definido as operadoras de cartão e as instituições financeiras que serão responsáveis pelos pagamentos e parcelamentos. A partir de então, os condutores poderão se dirigir aos locais para pagar e parcelas suas dívidas com seus veículos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *