Covid mata 6 profissionais de Saúde de SC em dez dias

Fotos: Redes Sociais/Reprodução

Óbitos ocorreram entre os dias 10 e 19 de março. São três médicos e três técnicas de enfermagem em diferentes municípios do estado.

Nos últimos dias, a pandemia do novo coronavírus matou ao menos três médicos e três técnicas em enfermagem no estado de Santa Catarina, conforme informou o Sindicato dos Médicos do Estado de Santa Catarina (Simesc). São 3 médicos e 3 técnicas de enfermagem que viueram a óbito entre 10 e 19 de março. Até ontem, Mais de 9,5 mil pessoas morreram em SC por causa da doença e são 764.299 diagnosticados desde o início da pandemia.

Segundo o Simesc, 26 médicos ligados ao sindicato morreram por causa do coronavírus. Além de médicos, técnicos de enfermagem e enfermeiros também morreram vítimas da doença. Foram 20, conforme o Conselho Regional de Enfermagem (Coren).

A Covid-19 vitimou nos últimos dias, o seguintes profissionais de saúde de SC:

Joanadeli Mendes Correia, de 38 anos,  atuava, segundo o Coren, na Unidade de Saúde Central de Ilhota, na região de Itajaí.

Adelaide Beninca, de 57 anos, atuava na secretaria municipal de saúde da cidade, em Urussanga, no Sul catarinense.

Adriana Honorato de Souza, de 45 anos, era técnica de enfermagem e atuava na linha de frente no combate a Covid-19 em Criciúma, no Sul. Trabalhava no Samu.

Gilberto Querne, urologista de 75 anos, em Balneário Camboriú, Litoral Norte.

Santos Dante Pinan Roque, médico intensivista de 53 anos, após 40 dias internado em um hospital de Curitiba (PR). Atuava em Joinville (SC) desde 2007.

Ernerio José Back, m´dico de 76 anos, de Indaial, no Vale do Itajaí.