Milena Lopes, vice-presidente da Fecam, cobra explicações do presidente da entidade

A prefeita de Vargem, Milena Lopes (PL), que responde pela primeira vice-presidência da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), está cobrando explicações do presidente da entidade, após denúncias de problemas internos como a demissão de profissionais técnicos sem o aval do Conselho Executivo.

A situação que já vem sendo comentada nos meios de comunicação desde a semana passada, é notícia nesta terça-feira, da coluna de Marcelo Lula do Santa Catarina em Pauta. Prefeita Milena declara que foi pega de surpresa com as últimas decisões do presidente da Fecam e lamentou o fato de não ter sido comunicada, observando que estão sendo cobradas as devidas explicações.

Milena lembrou que todas as contratações e demissões devem obrigatoriamente passar pelo Conselho Executivo, conforme definição em reunião de diretoria. “São profissionais técnicos e quem perde é o municipalismo. Não concordo com a forma que foi conduzida a situação”, disse a vice-presidente da Fecam.

Em nota emitida pela entidade, o presidente da Fecam afirma que apresenta nesta terça-feira, em reunião agendada para a tarde e hoje, um relato de ações administrativas que estão em andamento para fazer frente aos novos desafios. As decisões da atual gestão resultariam numa economia de cerca de R$ 1,3 milhão.

A reunião está agendada para as 17h30 em formato online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *