Eleições Joaçaba: RD entrevista Jorge Pohl do MDB

Foto Divulgação

RD – O que o seu plano de governo contempla para o futuro de Joaçaba?
Jorge Pohl – Vamos planejar Joaçaba para as próximas décadas, consolidando a condição de polo regional, por meio da utilização de tecnologias e referências que garantam oportunidades de emprego, renda e conforto social a população e assegurem o desenvolvimento econômico. Implementar estratégias de ações de desenvolvimento que visam tornar o município mais competitivo, atraente e harmônico em termos econômicos, urbanísticos, ambientais e sociais, com capacidade para atrair investimentos e promover parcerias envolvendo governos, cidadãos, empresas e organizações de modo a atingir o desenvolvimento econômico, sustentável e social.

RD – Quais são as três prioridades de seu governo, caso seja eleito?
Jorge Pohl – Tendo como premissa que educação não é custo, mas sim investimento e tendo o olhar para o futuro, vamos investir maciçamente na educação. Criar ambiente propício a novos negócios em Joaçaba, com legislação que desburocratize as atividades empresárias e crie incentivos para abertura de novas empresas, inclusive com investimentos em parceria público privado. As atividades na área de tecnologia e do agronegócio terão prioridade nesses incentivos. Com isto teremos geração de emprego e renda. A infraestrutura de novos espaços para instalação de empresas, inclusive com o projeto do anel viário servirão para que o município propicie uma melhor logística para as empresas.

RD – O que o Sr. pretende fazer para retomar o protagonismo de Joaçaba na região?
Jorge Pohl – O envolvimento da sociedade nos seus mais diversos segmentos sejam empresariais, sociais e comunitários, juntamente com o poder executivo e legislativo, farão com que o projeto Pensar Joaçaba 2050 se solidifique, tendo o executivo municipal à frente, sendo o grande animador. Joaçaba discutindo o que queremos e para aonde vamos, unida em torno dos seus objetivos, implementaremos o nosso plano de ação, e isto fará o diferencial em relação aos demais municípios da região. Precisamos dotar Joaçaba da infraestrutura necessária para que as empresas aqui instaladas possam ampliar e que o ambiente de negócios propicie novos investimentos. Estimular os empreendedores locais a investir ainda mais em Joaçaba.

RD – Como o Sr. pensa em atrair investimentos e gerar renda para o município?
Jorge Pohl – Estimular a instalação de loteamentos empresariais privados. Com legislação apropriada, criar incentivos fiscais para que novas empresas se instalem no município e que as já instaladas possam ampliar. Através de verbas federais investir em vias marginais a BR282 para que empresas possam se instalar. Atividades do Agronegócio devem ser estimuladas no município, tanto na agricultura familiar como na atração de grandes empresas.

RD – Joaçaba tem um grande potencial turístico esquecido nos últimos anos, qual é sua proposta para atrair turistas ao município?
Jorge Pohl – O turismo é a indústria sem chaminés e deve ser estimulado ao máximo com a criação de produtos turísticos através da história, cultura, eventos, polo gastronômico, festivais e a tradição religiosa. Incentivar e ser parceiro na realização de eventos como festas, feiras regionais, valorizando seus aspectos étnicos, culturais e econômicos. Iniciar tratativas para criação de um parque de águas termais em Joaçaba por meio da Parceria Público Privada – PPP. Regularizar de forma definitiva a área pertencente ao Governo Federal do Parque Natural Municipal do Vale do Rio do Peixe, inclusive o CPJ (doação definitiva para o município). Voltar a incentivar o turismo rural, valorizando as potencialidades do nosso agricultor e da nossa história. Juntamente com a Rota da Amizade e Convention & Visitors Bureau agenciar e captar eventos para nossa cidade, inclusive na área cultural.

RD – Qual é o seu projeto para o Carnaval?
Jorge Pohl – O maior evento cultural e turístico do município necessita ser rediscutido com a participação da sociedade e de todos os segmentos envolvidos direta ou indiretamente na sua realização: Temos que discutir o melhor local de desfile das escolas de samba, o melhor local do carnaval de blocos, percentual de recursos públicos municipais no evento e várias outras situações. Impedir a vulnerabilidade do Carnaval e das escolas de samba, criando mecanismos que mantenham VIVO o Carnaval de Joaçaba, mesmo que haja algum impeditivo participativo ou extranaturalidade do evento. Divulgar ainda mais o evento em níveis nacional, estadual e regional, transformando o Carnaval numa commodity turística e econômica, se assim a sociedade desejar.

RD – O que o Sr. pretende fazer na área da Cultura?
Jorge Pohl – Precisamos propiciar o acesso à cultura para todos os munícipes e efetivar o protagonismo de Joaçaba no setor cultural para o Meio Oeste de Santa Catarina. Vamos criar o programa de apoio e incentivo a arte e cultura de Joaçaba – PROAC Joaçaba. Através do PROAC vamos identificar, selecionar, classificar e fomentar as atividades artísticos culturais do município. A política cultural através do PROAC fará com que Joaçaba volte a ser protagonista da arte e cultura no Meio Oeste Catarinense. Vamos criar o Centro Cultural de Joaçaba, inclusive com Museu Municipal. Ampliação dos recursos e apoios destinados aos projetos capitaneados pela SCAJHO ao atendimento e a prestação de serviços culturais a jovens do município com prioridade para estudantes da Rede Pública Municipal de Ensino. Criação e incentivo a projetos de iniciantes, oficinas, cursos de qualificação e ao “novo sistema online”.

RD – E quanto ao setor de eventos?
Jorge Pohl – Também o setor de eventos pode gerar riqueza econômica para o município. Joaçaba pela sua hospitalidade pode captar inúmeros eventos sejam na área de diversão, como na área social e empresarial. Além do Carnaval, juntamente com a rede hoteleira e com bares e restaurantes, poderemos fomentar inúmeros eventos durante o ano atraindo a população de toda a região para Joaçaba. As atividades culturais, aqui desenvolvidas complementam-se com a realização de eventos, na área, sendo que eventos ajudam divulgar a cultura e a cultura faz com que os eventos aconteçam. Apoio integral ao Festival de Dança de Joaçaba transformando-o em um evento de referência nacional. Promover o artesanato local de modo geral, valorizando o trabalho dos artesãos e artistas. Fixar calendário de atividades cívicas, desportivas e culturais, com destaque para o aniversário da cidade.

RD – Tem uma proposta sólida para os esportes?
Jorge Pohl – Nosso propósito é constituir uma cidade mais saudável por meio de parcerias com Entidades privadas e Universidades e com isso garantir a população as práticas desportivas em todas as suas frentes: Escolar, Comunitária, Amadora e de Rendimento. Vamos aprimorar a legislação esportiva municipal, principalmente aquela que trata de incentivo e distribuição de recursos a atletas em instituições ligadas ao esporte, desburocratizando e facilitando o acesso ao benefício. Fomentar e valorizar as olimpíadas estudantis, interbairros, interfirmas, com várias modalidades esportivas e culturais. Iniciar estudos para construção de um Centro Desportivo Municipal (Oscar Rodrigues da Nova).

RD – Quais são as ações previstas para a infraestrutura e mobilidade urbana?
Jorge Pohl – As nossas cidades em função da topografia padecem com o número de vias públicas em relação ao volume de veículos que por aqui circulam, especialmente os veículos pesados. A construção de mais uma ligação com o município de Herval d’ Oeste a fim de desviar o trânsito pesado do centro da cidade deve ser um objetivo a ser alcançado (terceira ponte). A discussão sobre o anel viário deve ser efetivada e vamos contratar o seu projeto. A revitalização da Avenida Santa Terezinha (Acesso Sul) será uma realidade no primeiro ano de governo. A contratação de empresa especializada para análise do trânsito no centro da cidade será prioridade e a concretização da legislação da mobilidade urbana farão com que possamos implementar as mudanças necessárias. Criar corredores de desvio do trânsito do centro da cidade também poderá ser uma das medidas a serem tomadas.

RD – Além de pavimentações de ruas, que outras obras estão previstas no seu plano de governo?
Jorge Pohl – A pavimentação de ruas nos bairros da cidade será ação permanente nos quatro anos de governo. A conclusão do asfaltamento da estrada que liga o Distrito Industrial ao Distrito de Nova Petrópolis será executada com recursos de emendas parlamentares já compromissadas com os nossos representantes. O asfaltamento do acesso BR282 ao Distrito de Santa Helena será viabilizado através de parceria com o Governo do Estado. Revitalização e embelezamento das ruas do centro da cidade possibilitando aos comerciantes melhores condições de receber seus clientes. Criação de agentes de trânsito. Reforma da Praça Adolfo Konder e do Parque Infantil em anexo e novo projeto para a Praça da Catedral.

RD – Na área da saúde, o que prevê para ampliar atendimentos, melhorar a estrutura de saúde e o atendimento de especialistas?
Jorge Pohl – Garantir saúde aos joaçabenses, promovendo a prevenção e a atenção básica, melhorando o acesso aos serviços e buscando sempre a qualidade e a eficiência do sistema. Ampliar o quadro de especialistas médicos na saúde do município, criando a policlínica, garantindo o acesso a exames e consultas especializadas para toda a população. Construir a sede própria para o CAPS. Ampliar parceria com Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST), para que o mesmo continue prestando os relevantes serviços à população, especialmente no setor de urgência e emergência e nos exames especializados. A área de saúde da Unoesc através do HUST será grande parceira do município. Reestruturar os serviços dos ESFs do município com profissionais em todas as áreas da saúde, fazendo a prevenção e a atenção básica. De acordo com o “novo normal”, garantir condições de trabalho adequadas para que os profissionais da saúde possam executar seus serviços com segurança e qualidade. Firmar parceria com as organizações não governamentais e demais entidades que fazem o trabalho de proteção aos animais, com ações concretas e participação financeira do município. Criação do Centro de Zoonoses do município.

RD – Com relação à educação, o que prevê para dar mais qualidade para o setor?
Jorge Pohl – Estamos vivenciando transformações sérias e complexas em todas as áreas, interferindo na educação, na profissionalização e nas políticas educacionais, redirecionando a gestão e os processos políticos e pedagógicos. Vamos ampliar a rede municipal com vagas suficientes para atendimento, principalmente nos Centros Municipais de Educação Infantil. Implantação de tempo integral e/ou contra turno em todas as unidades de educação. Revitalizar os prédios escolares garantindo conforto e segurança a alunos, professores e funcionários. Dotar todas as escolas municipais de equipamentos pedagógicos compatíveis com as necessidades do mundo em constante transformação em que vivemos, inclusive as bibliotecas físicas e virtuais das escolas. Construir, reformar e equipar laboratórios de aprendizagem avançada. Ampliar o atendimento aos alunos que necessitam de atenção especial, inclusive estimulando a criação da Associação dos Amigos Autistas. Promover a formação continuada de professores e valorizando suas atividades com remuneração compatível a sua responsabilidade e condições dignas de trabalho. Fortalecer a gestão democrática da educação, articulando com a sociedade civil, Conselho Municipal de Educação, Conselhos Escolares e Associação de Pais e Professores, ações concretas em favor da educação do município.

RD – Na segurança pública, o que pode ser feito no âmbito municipal para garantir mais segurança à população e ao comércio em geral?
Jorge Pohl – Joaçaba é uma cidade com baixa taxa de criminalidade, onde seu povo é ordeiro e trabalhador, porém segurança pública é sempre muito importante. A ativação do maior número de câmeras no centro da cidade e nas principais saídas é de fundamental importância para prevenir assaltos e pequenos delitos no centro. Manter e ampliar se possível os convênios com a Polícia Militar para o trabalho de prevenção nos bairros. Manter estreita interlocução entre o município e as Polícias Militar e Civil procurando a partir da implantação da Rede de Vizinhos e os CONSEGs reduzir ao máximo a criminalidade.

RD – O que pretende fazer em relação à agricultura, agronegócio?
Jorge Pohl – Fortalecer e desenvolver a agricultura familiar e o agronegócio promovendo a economia do setor primário do município. Vamos implantar o cadastro municipal das propriedades rurais para implementação de políticas públicas para o setor. Incentivar a produção e a comercialização de produtos orgânicos. Criação de uma política pública que atenda a agricultura familiar e os pequenos produtores rurais, incluindo as feiras e canais de comercialização como a merenda escolar, inclusive com a reforma e readequação do prédio da feira livre. Ampliação dos serviços nas pequenas propriedades rurais. Fomentar com outras entidades como a Epagri as cadeias de produção, como leite, frutas, olericultura e outras. O empreendedor rural terá o mesmo tratamento tributário e de incentivos fiscais que o empreendedor urbano. Os investimentos no agronegócio e nas propriedades rurais terão a parceria técnica e de infraestrutura do município. A infraestrutura de estradas e acesso as propriedades serão garantidas pelo município, bem como a parceria para implantação e melhoria da telefonia rural e da energia elétrica nas propriedades. Através do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural estimular políticas públicas de fixação do jovem nas propriedades rurais.

RD – Quais as ações na área da assistência social e habitação?
Jorge Pohl – Reorganizar o sistema de habitação para atender as demandas dos munícipes reduzindo o déficit de moradias para população de baixa renda. Vamos regularizar as pendências junto a Caixa Econômica Federal para que o município possa novamente habilitar-se a construção de moradias populares. Construção de unidades habitacionais também nos Distritos de Santa Helena e Nova Petrópolis. Moradia é fator de dignidade humana, portanto precisa ser reiniciado no município de Joaçaba. Regularização fundiária onde houver necessidade e relocar ou regularizar moradias em estado precário e em situação de risco, inclusive com parceria público privada. Criação do Centro Dia para idosos em Joaçaba e articulação regional para implantação do lar do idoso de longa permanência. Atuar através do CRAS e do CREAS nos territórios de maior vulnerabilidade social.

RD – A pandemia afetou todos os setores. Quais serão suas ações para minimizar os impactos?
Jorge Pohl – A pandemia afetou econômica e socialmente todo o país e Joaçaba também teve reflexos danosos em vários setores. Um dos pilares da nossa economia, o Agronegócio foi o menos atingido, porém, grande parte do comércio em geral e os serviços, inclusive, na área médica tiveram impacto muito negativo. Na área da educação, por exemplo, teremos um grande trabalho na recuperação do período em que não houve atividades ou mesmo nas atividades à distância. O município deverá criar mecanismos especialmente na educação e saúde que possam superar com maior facilidade este tipo de situação. O município deverá discutir com os diversos segmentos da sociedade políticas de prevenção e de ação neste tipo de evento.

RD – Por que o Sr. quer ser prefeito? Por que o candidato acredita que será um bom governante e é a melhor opção para Joaçaba?
Jorge Pohl – Nasci nesta cidade, tenho meus filhos e netos aqui residindo, tenho minhas atividades profissionais também nesta cidade e, sinto a necessidade de fazer mais por ela. Me sinto em condições de pleitear junto ao povo de Joaçaba a condição de ser Servidor Público por quatro anos para administrar Joaçaba criando as condições econômicas e sociais para o desenvolvimento. Precisamos transformar novamente Joaçaba como Polo Regional do Meio Oeste e, somente vamos conseguir isto com gestores comprometidos, competentes e com larga experiência em vários setores da atividade econômica e social, que conhecem a realidade de Joaçaba e sabem o que está acontecendo num mundo em desenvolvimento.

Leia também – Conheça o perfil dos candidatos a prefeito e vice de Joaçaba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *