AHESC, Secretaria de Saúde e Frente Parlamentar da Saúde definem metas para fortalecer os Hospitais

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, os presidentes da Associação dos Hospitais – AHESC, Altamiro Bittencourt, da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde, Deputado Zé Milton, e diretores dos Hospitais Privados Filantrópicos estiveram reunidos em videoconferência, nesta sexta-feira (15) para definirem ações e medidas que serão adotadas com o objetivo de enfrentar as dificuldades geradas no setor com a crise financeira e do combate ao Covid-19.

Foto Divulgação

O presidente da AHESC, na abertura da reunião, afirmou “mantendo-se situação atual, não tem como os hospitais cumprir seus compromissos com os colaboradores, fornecedores e médicos e que no dia 5 de junho muitos provavelmente entregarão as chaves”.

Dentre os temas debatidos destacaram-se o atraso ou não recebimento dos recursos definidos na Política Hospitalar Catarinense; incertezas quanto aos Incentivos; pagamento dos leitos COVID; pagamento das emendas parlamentares, incentivos; retorno das cirurgias eletivas; sanções dos Projetos de Lei e também regulamentação da Leis nº 17.931 e nº 17.939, sustentabilidade das instituições face ao sensível aumento de custos e limitação de produção (eletivas, particulares, outros convênios); situação das Clínicas de Hemodiálise e atenção especial aos pequenos hospitais.

“Não tenho dúvida de que todos os compromissos serão honrados. Estou aqui para trabalharmos juntos e equalizarmos. Os hospitais estão sensíveis, principalmente, neste momento, nosso objetivo nesta reunião é fortalecer um canal permanente na busca de uma solução conjunta para o setor e, consequentemente, para a garantia de atendimento da população”, afirmou o secretário.

No encontro ficou definida a inclusão de uma vaga no Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) na qual Diretor Executivo, Adriano Ribeiro será o representante da AHESC e será o canal de comunicação SES e Associação. Assim como, a Secretaria apresentara nos próximos dias um cronograma de pagamento dos recursos de emendas parlamentares, incentivos, cirurgias eletivas bem como acordado cronograma de pagamento por parte da SES dos recursos contingenciados.

“Hoje iniciamos um novo momento, de entendimento e encaminhamento de soluções para darmos andamento a saúde e diminuirmos as angústias das equipes dos Hospitais e população”, defendeu Zé Milton.

Ao encerrar o presidente da AHESC fez um desabafo e agradecimento. “Secretário nossos Hospitais estão no acima do limite, até o momento estávamos desanimados. Quero agradecer a você e o deputado. Saio desta reunião com as esperanças renovadas. O senhor demonstrou que quer resolutividade e sinto que agora sim estamos unidos nessa luta contra o Covid e no fortalecimento dos Hospitais e da Saúde”, comentou Altamiro.

Também participaram da videoconferência mais de 100 representantes dos hospitais privados filantrópicos que compõem a AHESC.

Fonte AHESC