Enquanto isso, a pandemia avança no país, e Santa Catarina não é poupada deste processo. Em Blumenau, o número de infectados cresceu 200% em menos de 15 dias. A quantidade de estes aplicados aqui no estado também estão abaixo do índice nacional. E apesar de na média o estado ter um índice baixo de ocupação de leitos de UTI para covid-19, na casa dos 15%, na Capital esse volume já oscila na casa dos 40%.

Para completar, os 200 respiradores ainda não chegaram ao estado e após a exoneração do secretário não se tem mais falado sobre expectativas de que cheguem.

Enquanto isso, na questão criminal, a Polícia Civil começou a colher depoimentos das pessoas envolvidas no caso. Outro inquérito foi aberto no âmbito do MPSC, agora na Procuradoria-Geral e na Alesc o processo para instalação da CPI avança a passos largos.

Conforme o Regimento Interno da Alesc, a investigação ficará a cargo de nove deputados. A divisão das vagas entre os partidos e blocos leva em conta o tamanho de cada um. Quanto maior o número de cadeiras de um partido e de um bloco na Assembleia, mais vagas ele terá direito na CPI.

Com isso, o MDB, o bloco formado por PL e PSL, o bloco composto por PP, PSD, Republicanos e PV, além do bloco PSD-PDT-PSDB-PSC, terão direito a duas vagas na CPI, cada. O PT ficará com uma vaga.

Fonte Pelo Estado