Sine/SC oferece atendimento por telefone e aplicativo

Em Joaçaba, o Sine atende pelo e-mail joacaba@sine.sc.gov.br ou pelos telefones/whatsapp (49) 3527-9547 ou 3527-9548 ou 3527-9616.

Foto: Divulgação/Secom

Priorizando a saúde e dando continuidade às ações para evitar a propagação do novo coronavírus, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e suas vinculadas seguem com trabalho remoto, conforme orientações do Governo do Estado. Alguns órgãos públicos fizeram adaptações no sistema de atendimento para dar conta da demanda. É o caso do Sistema Nacional de Emprego (Sine/SC), que disponibilizou servidores para tirar dúvidas e dar auxílio por telefone e e-mail em cada uma das unidades.

Os serviços podem ser acessados ainda no aplicativo do Governo Federal, o Sine Fácil. Lá o trabalhador poderá conferir as oportunidades de emprego, candidatar-se a uma vaga e também dar entrada no seguro-desemprego. As mesmas funcionalidades também estão disponíveis no portal Emprega Brasil.
Lucas Esmeraldino, secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, destaca a importância de manter os trabalhos e o atendimento com cuidado, preservando as pessoas. “Sabemos da importância do acesso aos serviços à população, em especial nesse momento tão difícil para todos. Essa pandemia é um desafio para todos nós e precisamos nos reinventar, buscar alternativas para manter a dignidade, a saúde e os serviços essências a todos os catarinenses”, destaca.

Ramon Fernandes, diretor estadual do Sine/SC, lembra ainda que as unidades atendiam presencialmente cerca de 3 mil pessoas por dia. “Sendo um serviço essencial e para evitar aglomerações que possam colocar em risco a saúde, estamos mantendo os atendimentos nos nossos canais digitais e por telefone para que trabalhadores tenham acesso ao sistema, podendo inclusive dar entrada no seu seguro-desemprego, tão essencial nesse momento”, destaca.

Quem tiver dúvidas, poderá entrar em contato com o Sine Joaçaba pelo e-mail joacaba@sine.sc.gov.br ou pelo telefone (49) 3527-9616 ou pelo telefone 158 do governo federal.