Governo de SC lança concurso de HQ’s para combate à pirataria

Objetivo é incentivar os estudantes a desarmar as fraudes e conscientizar a população em relação aos princípios éticos e de segurança com o combate ao roubo intelectual. Os vencedores terão as histórias transformadas em gibis, que serão distribuídos nas instituições de ensino parceiras

Deixar a imaginação fluir e ao mesmo tempo fortalecer a conscientização da importância dos princípios éticos e de segurança com o combate à pirataria. Essa é a proposta do concurso de histórias em quadrinhos Heróis SC, promovido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) para alunos de escolas públicas e privadas catarinenses. Os estudantes vencedores terão as histórias transformadas em gibis, que serão distribuídos nas instituições de ensino parceiras.

As inscrições do concurso começam no dia 16 de outubro e seguem até 30 de outubro. O Heróis SC tem o apoio das secretarias da Fazenda e da Educação e será coordenado pelo Conselho Estadual de Combate a Pirataria (Cecop), vinculado à SDE e que atua por meio da educação, na disseminação da cultura em defesa da propriedade intelectual. “A ideia surgiu depois do primeiro concurso para a escolha do nosso mascote. Como recebemos várias propostas criativas, selecionamos 10 para integrar a turma de heróis que agora farão parte desse gibi, instigando o estudante a ser também um herói que une forças para a defesa da propriedade intelectual e o combate à pirataria”, explica o presidente do Cecop, Jair Antônio Schmitt.

INSPIRAÇÃO
Para ajudar na inspiração dos autores, o Capitão Originaldo e os mascotes Polvinho, Tubarão, Abelha, Charão, Maneca, Martinho, Cecopinho e Aguiar – turma de heróis do Cecop – vão estar unidos na criação das histórias. Serão aceitas histórias sobre propriedade intelectual e educação fiscal. Podem participar alunos da rede de ensino fundamental, médio e nível superior, com inscrições individuais ou em grupo de até três pessoas.

O trabalho vencedor de cada categoria (ensino fundamental, médio e superior) receberá a premiação de R$ 4 mil. O edital e a cartilha de apoio aos alunos sobre o conceito do concurso estão disponíveis neste link.

SERVIÇO:
Concurso para histórias em quadrinhos/Cecop –
Inscrições de 16 de setembro a 30 de outubro. Mais informações no site: http://www.sde.sc.gov.br/cecop/

 

CONHEÇA OS MASCOTES

Capitão Originaldo – Desenhado por Heloisa Dellandrea A proposta do mascote de ser um super-herói, vem ao encontro da missão do CECOP, representando a proteção à propriedade intelectual, o zelo pela segurança da informação, junto à batalha contra o plágio e a pirataria que, configura nesse sentido, a figura de seu vilão/arqui-inimigo.

Polvinho – Desenhado por Joner Ulmann Geanezini O Polvinho foi criado principalmente para o público infantil, com formas arredondadas, cores vibrantes, contornos com sobreposição de cores e um rosto carismático. Simboliza inteligência, flexibilidade e criatividade. É inconstante e multifacetado (assim como a pirataria), pois possui a capacidade de mudar de cor. Tem muitos braços, o que pode representar o povo, o único capaz de acabar com a pirataria.

Charão – Desenhado por André Luiz Vieira e Silva Os papagaios são animais que há muito tempo são, injustamente, associados à pirataria, tanto que é comum encontrar ilustrações destas aves vestidas ou fazendo alusão a piratas.

Mel – Desenhada por Rodrigo de Lima Gomes A ideia partiu do pensamento de que a Abelha faz todo o trabalho de coleta do material para produção do mel, fabrica o mel, porém vem sempre alguém e rouba todo o seu mel, todo o seu trabalho, que foi realizado com muito esforço, sobrando-lhe apenas o suficiente para viver quando não se rouba tudo.

Oscar – Desenhado por Luanda Clara Ribeiro Matos Oscar é um tubarão dedicado ao combate à pirataria e a uma navegação na internet mais segura. A intenção com o design era de uma imagem agradável, porém competente e reconhecível, para que pudesse ser utilizada pelo CECOP para a conscientização e o combate à pirataria.

Cecopinho – Desenhado por Sara Jane Maes da Silva O Cecopinho simboliza a águia da bandeira de Santa Catarina, ela representa a força catarinense e diz muito à respeito do Conselho Estadual de Combate a Pirataria. Ela é marrom pois é a cor original da ave que está na bandeira.

Aguiar – Desenhado por Marília Inês Soares Ferrante A águia é um animal inteligente e astuto que simboliza coragem e força, está presente também no brasão da bandeira do Estado de Santa Catarina. A águia como mascote caracteriza a força do Estado contra a pirataria.

Maneca – Desenhado por Gabriele Buratto Barro Reis O papagaio sempre foi considerado como o mascote do pirata, a proposta é que o Maneca, vestido com um uniforme de marinheiro, passe a visão de que mudou de lado, sendo portanto, contrário ao crime da pirataria.

Originaldo – Desenhado por Pâmela Andressa Bini Originaldo é um cidadão catarinense que, assim como todos aqueles que habitam nosso estado e carregam no peito o orgulho de nascer e viver em nossas terras, não admite que certas coisas sejam feitas na ilegalidade.

Martinho – Desenhado por Nicolas Martins Maciel Martinho teve como inspiração o pássaro que é símbolo do munícipio de Florianópolis. A ave se chama MartimPescador e naturalmente já possui as cores da bandeira do estado de Santa Catarina, sendo assim suas cores não precisaram ser alteradas no momento da ilustração digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *