CASA E DECOR: Cores diferentes para transformar sua casa

Apesar de se tratar de um tema universal, o uso livre das cores nunca esteve tão em alta nos círculos criativos. Aquelas paredes que sempre foram brancas provavelmente ficariam melhores se tingidas por tons cheios de personalidade – o piso e o teto, superfícies por anos esquecidas na hora de decorar a casa, também devem entrar na dança cromática.

O bureau de tendências WGSN, que sabe tudo do assunto quando se trata de moda e decoração, liberou uma lista com 10 tendências cromáticas para transformar sua casa em um novo ambiente.

O mais legal é que, apesar de se tratar de uma lista eclética, existe coerência entre todas as: todas as cores combinam muito bem entre si e estão inclusas na maior tendência cromática atual: a Paleta Modernista, que traz de volta, com nova roupagem, os tons poderosos e vibrantes que dominaram a estética entre os anos 1930 e 1960.

LARANJA DAMASCO
Quem achou que o Millennial Pink ia se despedir dos holofotes, errou feio. A cor queridinha de todo mundo evoluiu e ganhou uma dose de laranja em sua composição, ficando um pouco menos suave e mais energética. Uma boa maneira de fazer o Laranja damasco funcionar bem é misturá-lo com marrons, pretos e brancos na decoração, com tons terrosos se misturam a elementos tropicais.

CASTANHO FECHADO
O vermelho é uma das cores mais fortes da moda atual. Mas é melhor usá-lo em tons mais escuros e ricos, próximos ao castanho-avermelhado. Nuances amadeiradas e quentes deverão ser vistas tanto em móveis grandes quanto em itens menores, dando continuidade ao uso de uma paleta mais escura na decoração, que continua em voga.

TERRACOTA PIGMENTADA
Os tons terrosos são uma paleta muito forte no momento e prometem permanecer em evidência pelos próximos anos. A cor terracota ganha mais humor e personalidade ao absorver pigmentações: adicione a ela uma dose a mais de rosa queimado e encontre o exemplo perfeito para decorar tanto interiores residenciais quanto públicos.

FOSCOS E MATES
Brancos levemente tonalizados em superfícies foscas ganham poder, uma vez que são os complementos perfeitos para ambientes muito claros ou muito escuros. A paleta que se forma é próxima às candy colors, porém é mais suave e apresenta cores que, a um primeiro olhar, não parecem chamar tanta atenção.

PRETO METÁLICO
Ambientes majoritariamente negros nunca estiveram tão em alta – vale até pintar o teto! Para deixar tudo mais interessante, superfícies que tragam o brilho metálico se unem a outras bem foscas para criar um jogo de percepção.

VERDE MILITAR ÁCIDO
O verde musgo foi uma das cores principais de 2017 tanto na moda quanto na decoração. Agora ele surge mais ácido e próximo ao pistache.

AMARELO DOURADO
O amarelo puxado para o dourado começou a aparecer na moda em meados de 2017 e já figura como uma das tendências mais fortes para a decoração. Luminoso e aplicado em superfícies táteis – o veludo continuará reinando! -, este tom promete trazer atmosfera vintage e energética ao mesmo tempo.

ESMERALDA PROFUNDO
Verdes próximos ao esmeralda, porém pertencentes a uma paleta mais escura e mais azulada prometem tomar conta das paredes completos em uma ambientação profunda.

AZUL SATURADO
Cheio de vida, o azul surge saturado para pontuar energia nos ambientes através de splashes inesperados de cor.

COLOR BLOCKING
Lembra quando a tendência de moda do momento era o color blocking? Chegou a hora dos interiores embarcarem nessa brincadeira. Ter cores vibrantes contrastando no mesmo ambiente é a ordem da vez – e elas podem aparecer tanto em grafismos nas paredes e estampas geométricas quanto em combinações de styling ousadas. O céu é o limite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *