Palmeiras e Grêmio revivem rivalidade dos anos 90

Mais de 20 anos depois, com Felipão do lado verde e branco, Sociedade Esportiva Palmeiras e Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense serão adversários novamente pelas quartas de final da Copa Libertadores. Nesta terça, às 21h30, tem o decisivo duelo das quartas-de-final da Libertadores 2019, entre Grêmio e Palmeiras .

Em 1993, bancado pela Parmalat, o Palmeiras 1993 e passou a brigar por todos os títulos. Um dos principais adversários do clube alviverde na década foi o aguerrido e eficiente Grêmio dirigido por Felipão, ainda em busca da afirmação como treinador.
Os duelos pelas quartas de final da Copa Libertadores 1995 marcaram o auge da rivalidade. No antigo Olímpico, com Rivaldo, Válber e Dinho expulsos por um confuso Cláudio Vinícius Cerdeira, o Palmeiras perdeu por 5 a 0. No Palestra Itália, ganhou por 5 a 1 e acabou eliminado de forma dramática.

O Grêmio comandado por Luiz Felipe Scolari também sentiu o sabor da derrota diante do Palmeiras. Na semifinal da Copa do Brasil 1996, o time defendido por Djalminha, Rivaldo e Luizão eliminou os gaúchos antes de cair diante do Cruzeiro na decisão do torneio.

Após a série de duelos acirrados com o Grêmio, o Palmeiras resolveu apostar em Felipão a partir de 1997 e terminou como campeão da Copa do Brasil 1998, da Copa Mercosul 1998 e da sonhada Copa Libertadores 1999.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *