Abrigo do Coração completa 10 anos e Lions Clube de Joaçaba, 60 anos

Numa modesta sala da própria casa de apoio, foram comemorados os 10 anos de atividade ininterrupta do Abrigo do Coração e também os 60 anos de Lions Clube de Joaçaba.

Foto Divulgação

Suzana Paludo, presidente de Lions Joaçaba Centro, e Beatriz Colusso Zagonel, coordenadora do Abrigo do Coração, juntamente com a cuidadora Marilene e equipe recepcionaram autoridades e colaboradores no próprio abrigo. “O Abrigo do Coração é uma casa de apoio, um cantinho de amor e aconchego que atende pessoas em tratamento no Hospital Universitário Santa Terezinha – HUST, vindas de mais de 60 municípios”, explicou Suzana. Ela lembrou que a ideia inicial era atender a pacientes do setor de oncologia, mas a necessidade falou mais alto e o atendimento se expandiu para pacientes de outras áreas, assim como familiares e acompanhantes que também dispõem ali de alimentação, banho, dormitório e atenção.

O Abrigo do Coração foi criado quando do primeiro mandato de Jorginho Mello como deputado estadual. O primeiro abrigo foi implantado em Florianópolis, que concentra o maior número de atendimento de pacientes de todas as regiões. Depois devido a uma alteração na legislação, o deputado buscou apoio de terceiros para que o atendimento pudesse continuar. Daí nasceu a produtiva parceria com Lions Clube, à época, presidido por Gilberto Strodick, cuja diretoria aceitou o desafio e mobilizou a sociedade em favor dos necessitados. O Abrigo do Coração foi instalado em Joaçaba, em local próximo ao hospital, sob coordenação da professora Beatriz Colusso Zagonel.

Ao recordar os fatos, Jorginho Mello se emocionou ao retornar à casa, investido de um mandato de Senador da República. “De fato foi emocionante. Cumprimentei o Lions pelos seus 60 anos e pelo desprendimento das pessoas que ajudam a dar sequência neste honroso trabalho de fazer o bem sem olhar a quem. Até conclamei a governadora distrital, dona Janis Scarton, sugerindo que clubes de outras cidades façam o mesmo, instalando outros abrigos. Esse aqui de Joaçaba já presta um inestimável serviço, mas a demanda é maior. Quem sabe, possamos ter outros abrigos do coração espalhados por Santa Catarina”, conjecturou o Senador.

60 ANOS DE LIONS

A história de Lions em Joaçaba tem por base o perfil idealista de seu fundador, Melvin Jones, que apregoava: “Enquanto um homem na terra, ao chegar da noite, não tiver um lugar decente para repousar, justifica-se a existência dos Lions Clubes.

Com este espírito, o Lions Clube de Joaçaba foi fundado em 1º de maio de 1959 pelos seguintes fundadores: Agenor Silva, Alexandre Munis de Queiroz, Almir Waen Dowsky, Aloisio Nehring, Ambrosio Grigroletto, Amadeu Bordin, Amaro G. Koneski, Américo Amaral, Angelo De Carli, Aristides Bresola, Byron Bonato, Flavio De Carli, Frederico Costa Beber, Ivan Alves, João De Marco, Lineu Luiz Bonato, Mario Gewehr, Miguel Russowsky, Modesto Detoni, Modesto Menegotto, Nelson Caliari, Orestes Genuino Grando, Paulo Walmor Kummel, Raul A. Buendgens, Rudi José Nodari, Thesio Silva e Waldir Prabaldi.

O pioneirismo de Melvin Jones foi seguido pelo Lions Clube Joaçaba, pois seus sócios empreendedores levaram adiante os ideais leonísticos e fundaram outros clubes no interior catarinense: Lions Clube Chapecó, Concórdia, Campos Novos, Capinzal/Ouro, Água Doce e também o segundo Lions de Joaçaba, denominado Lions Clube Joaçaba Cruzeiro.

Deste a sua fundação, o Lions Clube de Joaçaba organiza inúmeras campanhas sociais, culturais, econômicas, cívicas e educacionais os de existência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *