Scajho pede à Prefeitura implantação de projeto ligando Teatro e Praça com a Av. XV


Entidades culturais e sociais defendem o protagonismo cultural de Joaçaba na região e pedem a construção de Casa da Cultura, Biblioteca Pública, Museu e Espaço Multimídia integrados ao Teatro Alfredo Sigwalt e Praça da catedral com a Praça Adolfo Konder, na Avenida XV de Novembro

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

A Diretoria da Scajho, entidade que administra o Teatro Alfredo cobrou oficialmente uma posição da Prefeitura de Joaçaba sobre o projeto Eixo da Cidadania, elaborado pela Associação de Arquitetos do município e que prevê a construção de um importante centro de integração sócio-cultural no centro da cidade. Essa demanda, que ultrapassa fronteira cultural e viabiliza desde a assistência sócio-educacional prestada pelo Teatro a mais de 200 crianças carentes da cidade, é uma proposta que além de embelezar Joaçaba, facilita o acesso ao aparelho cultural, à Igreja e à Praça Central do município. Além disso, o projeto desenvolvido por professores da Unoesc, cria um Parque Lienar do Rio do Tigre, acabando com erosões, desabamentos e assoreamento, garantido a integridade física dos prédios à sua volta.

O Rio do Tigre é o único rio que tem início e fim em Joaçaba e, por isso, foi escolhido para ter um projeto diferenciado, segundo as entidades que assinam a petição. O documento entregue ao vice-prefeito Juscelino Ferraz e ao secretário de Fazenda, Jorge Dresh, defende a a construção do Eixo da Cidadania por sua localização estratégica para “contribuir para que Joaçaba consolide o Teatro Alfredo Sigwalt como instrumento da difusão da cultura e das artes em geral, transformando a área central da cidade em espaços culturais, artísticos e históricos”.

O principal objetivo deste projeto é integrar o fomento com a realização da cultura em Joaçaba, fazendo com que a cidade exerça definitivamente seu protagonismo na Região Meio-Oeste. Para isso, a Scajho solicitou a cessão da áreas adjacentes ao Teatro para que possam ser erguidas as estruturas pretendidas, como museu para “abrigar a história de Joaçaba e Região”.

Segundo informou a diretoria da Scajho, a intenção é construir a Biblioteca Pública Municipal, o Museu, Salão de Exposições (“para mostras permanentes e temporárias”) e Espaço Multimídia para abrigar pequenos eventos artísticos, Casa da Cultura (“para contemplar e valorizar a diversidade cultura e as tradições sociais da cidade”).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *